• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Direito diurno registra maior nota da 2ª fase do vestibular A maior nota de todo o concurso foi de um candidato ao curso de Direito diurno pelo Grupo C, que somou 93,7 pontos em 100

    Aline Furtado
    Repórter
    26/2/2010

    As notas da segunda fase do Vestibular 2010 e do terceiro módulo do Programa de Ingresso Seletivo Misto (Pism III) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foram divulgadas nesta sexta-feira, 26 de fevereiro. A grande surpresa deste ano é que as notas máximas da segunda fase do vestibular não estão no curso de Medicina, como acontece tradicionalmente. O curso com as notas mais altas na segunda fase foi Direito. A maior nota de todo o concurso foi de um candidato ao curso de Direito diurno pelo Grupo C, que somou 93,7 pontos em um total de 100. Este foi o curso que apresentou a maior entre as mínimas contabilizadas nesta fase, 47,5 pontos.

    No grupo A, que abrange candidatos declaradamente negros e estudantes de escolas públicas, a maior nota do vestibular foi de um candidato ao curso de Direito noturno, que obteve 82,9 pontos. A segunda maior nota foi de 80,8 pontos, de um candidato a Direito diurno. A terceira foi obtida por um candidato de Medicina, que somou 76 pontos. Ainda no Grupo A, a maior nota entre os candidatos ao PISM III foi 61,8, de um concorrente a uma vaga no curso de Comunicação Social diurno. A segunda maior nota foi do curso de História diurno, 61,6 pontos. A terceira maior nota neste grupo foi de 60,9 pontos, conquistada por um candidato ao curso de Direito diurno. Medicina, no Grupo A do PISM III, obteve a quinta maior nota, com 72,7 pontos.

    No Grupo B, que engloba estudantes de escolas públicas, a maior nota do vestibular foi de um candidato ao curso Engenharia Civil, com 90,1 pontos. A segunda maior nota foi 88,9, obtida por um candidato ao curso de Direito noturno. Já o terceiro lugar ficou com um candidato ao curso de Direito diurno, com 88,4 pontos. No mesmo grupo, pelo PISM, a maior nota foi 80,4 pontos, de um candidato à vaga no curso de Bacharelado Interdisciplinar em Artes e Design. A segunda maior nota foi do curso Comunicação Social diurno, com 80 pontos, e a terceira foi de um candidato ao curso de Medicina, com 78,1.

    No grupo C, formado pelos candidatos não cotistas, no vestibular, a maior nota registrada foi de 93,7 pontos, de um candidato ao curso de Direito diurno. A segunda maior nota foi de 92,1 pontos, obtidos por um concorrente do curso de Direito noturno. A terceira maior nota foi obtida por um candidato ao curso de Medicina, que somou 85,9 pontos. No mesmo grupo, pelo PISM III, a maior nota foi conquistada por um candidato ao curso de Engenharia Civil, que somou 83,2 pontos. A segunda maior nota foi 81,9 pontos, de um candidato a uma vaga no curso de Direito diurno. Já a terceira maior nota foi conquistada por um concorrente do curso de Ciências Exatas, com 81,8 pontos. No PISM III, grupo C, Medicina registrou a nona maior nota, com 79,8 pontos.

    O pró-reitor de Graduação da UFJF, Eduardo Magrone, ressaltou a surpresa diante da mudança de cursos que conquistaram as notas máximas. "Vamos analisar os motivos para tais mudanças, já que tradicionalmente a Medicina fica com as melhores notas, o que pode ser explicado, inclusive, pela concorrência grande para este curso. Talvez seja prematuro atribuir ao novo Enem ou ao novo modelo do Vestibular da UFJF, que aplicou provas abertas para áreas específicas." Entretanto, Magrone lembra que os resultados do PISM, que não é influenciado pelo Enem, também apresentaram mudanças entre os cursos que passaram a pontuar mais.

    Para o diretor da Comissão Permanente de Seleção (Copese), José Maria Pereira Guerra, a modificação pode ser atribuída ao retorno de provas discursivas específicas a cada área de conhecimento e ao adiamento das provas, em função do Enem, o que permitiu mais preparo por parte dos candidatos.

    Utilização das notas do Enem

    Do total de 16.124 candidatos inscritos no vestibular, 12.432 presentes optaram pela utilização da nota do Enem. O concurso contabilizou 1.811 ausentes. Do total de 5.243 aprovados para a segunda fase, 2.415 optaram pelo uso da nota do Enem e a mesma foi maior do que a nota da primeira etapa. Deste total de aprovados para a segunda fase, 2.086 optaram pela utilização e a nota do Enem foi menor do que a nota da primeira etapa. Vinte e um optaram pela utilização da data do Enem e tiveram nota igaul à nota da primeira etapa.

    Recursos

    Para os candidatos que não concordarem com o resultado da segunda etapa do vestibular e do PISM III, os recursos devem ser apresentados na próxima terça-feira, dia 2, entre 9h e 16h, na Central de Atendimento da UFJF. Será admitido pedido de revisão de, no máximo, dois conteúdos. O interessado deverá pagar taxa de R$ 30 por conteúdo no caso do Vestibular e R$ 22 para o Pism. Em caso de deferimento do pedido, o candidato terá sua nota alterada e a taxa paga será devolvida.

    Matrícula

    As matrículas deverão ser feitas nos dias 11 e 12 de março para os aprovados no primeiro semestre e nos dias 15 e 16 para os que passaram para o segundo semestre. As aulas terão início no dia 15 de março.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.