• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Teatro ensina os direitos do consumidor às criançasCrianças da rede pública aprendem os direitos do consumidor se divertindo. Processo continua nas escolas e nas famílias

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração
    29/4/2010

    Atenção na compra dos produtos, cuidado com a propaganda enganosa e direitos no Código de Defesa do Consumidor. Estes foram temas da peça teatral "Uma pulga na balança", encenada na manhã desta quinta-feira, 29 de abril, para 350 crianças e adolescentes da rede pública de ensino de cinco escolas municipais. O evento comemora o Dia Municipal de Defesa do Consumidor, firmado em 30 de abril, pela Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/JF).

    "O intuito é, através da cultura, trabalhar conceitos de defesa do consumidor e de exercício da cidadania com as crianças. O tema é importante e é tratado de uma maneira alegre e divertida", afirma o superintendente do Procon, Eduardo Schröder. Ele ressalta que se trata de uma iniciativa que cumpre com as determinações estabelecidas na Lei 11.311/2007, que institui o Dia Municipal de Defesa do Consumidor. "Estamos promovendo ações de incentivo ao conhecimento dos direitos do consumidor", destaca.

    A professora da Escola Gilberto de Alencar, no bairro Náutico, Zona Rural do município, Rita de Cássia Pereira, considerou boa a iniciativa, principalmente pelo lazer proporcionado aos alunos. "É uma oportunidade de aprender o tema e repassar o aprendizado para os pais e familiares." O aluno Manoel Ferreira, de 13 anos, aluno da escola, aprovou a apresentação. "Já conhecia o Procon, mas estou mais informado agora. Vou passar o que aprendi para meus pais", comenta o aluno do 7º ano. 

    Para a professora de informática que trabalha a alfabetização em todas as séries da Escola Municipal Rocha Pombo, no bairro Amazônia, Laura Neumann, o lúdico foi a melhor escolha para transmitir um tema tão abrangente. "Esse é o melhor caminho. É comprovado que os temas trabalhados com as crianças chegam aos pais."

    No total, serão realizadas dez exibições da peça, quatro no mês de abril e seis no mês de maio. No próximo mês, o objetivo será celebrar o aniversário de Juiz de Fora. Na próxima sexta-feira, 30, ocorrem apresentações às 9h30 e às 14h30. As exibições de maio ainda não tiveram horários e locais divulgados.

    Teatro defesa do consumidor Teatro defesa do consumidor
    Processo continuado

    Schröder ressalta que esta não é a única iniciativa que envolve a educação. Em junho, o Procon irá trabalhar a capacitação de professores da rede municipal de ensino para que eles repassem cartilhas e abordem os direitos do consumidor nas aulas.

    Para a professora do 5º ano da Escola Arlette Bastos Magalhães, localizada no bairro Parque Independência, Luciana Temponi, a ação é fundamental. "A mensagem é válida e, através do lúdico, o entendimento é facilitado. O tema foi abordado antes, pois já sabíamos da peça e vamos continuar o trabalho com os alunos." A aluna Marcele Adriano, de 11 anos, não conhecia o Procon e gostou muito da peça. "Tudo que aprendi vou passar para meus pais e amigos." 

    Trabalho gratificante

    Há 15 anos, elaborando e atuando em peças de teatro para escolas públicas e particulares, o ator, professor e jornalista Robson Terra prioriza a educação, o divertimento e a instrução das crianças. "A aula dramatizada é um recurso para passar conteúdo visual e musical. É um projeto de educação ao consumidor que orienta desde pequeno", ressalta.

    *Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.