Estudantes de medicina protestam contra reajuste de mensalidadeSegundo alunos, a mensalidade teve aumento de 9,08% no último mês, tendo o valor chegado a R$ 3.990. Ajuste seria o maior já promovido

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
6/12/2011

Foto do protesto

Cerca de 50 alunos do curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (Suprema) protestaram nesta terça-feira, 6 de dezembro, contra o reajuste na mensalidade da instituição. Segundo o estudante Philipe Saraiva, o aumento de 9,08% é o maior já promovido pela faculdade. "O valor chega a R$ 3.990 e é abusivo. Além do preço estar alto, estamos reclamando da falta de liberdade de expressão. Tentamos realizar este protesto no campus da faculdade e fomos impedidos com ameaças de retaliações." Segundo Baesso, o grupo de alunos tentou entrar em acordo com a instituição para que o valor do aumento não chegasse a tal percentual, mas não foi ouvido pela direção da faculdade.

A assessoria de comunicação da Suprema informa que o reajuste na mensalidade está em conformidade com norma estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC). A instituição afirma que nunca impediu qualquer manifestação de estudantes dentro ou fora de seu campus. A faculdade diz que sua diretoria está sempre aberta ao diálogo com os alunos, bastando que encontros com direção sejam previamente agendados.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.