• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Em greve, professores seguem recolhendo assinaturas por 1/3 da jornada extraclasse

    Abaixo-assinado sobre Lei do Piso já conta com mais de 3 mil assinaturas. Próxima reunião será nesta terça-feira

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    29/4/2013

    Manisfestação Sinpro

    Os representantes do Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (Sinpro) continuam colhendo assinaturas da população para o cumprimento da Lei nº 11.738/08, conhecida como Lei do Piso, que estipula 1/3 da jornada extraclasse. Até a última sexta-feira, 26 de abril, o abaixo-assinado já estava com mais de 3 mil assinaturas. "Vamos protocolar este documento e encaminhá-lo para a Câmara Municipal e para o prefeito, Bruno Siqueira (PMDB)," afirma a coordenadora do Sinpro-JF, Aparecida de Oliveira Pinto.

    Desta vez, a manifestação aconteceu no Parque Halfeld. Com faixas e panfletos, os educadores alertavam a população sobre a situação da greve. "Têm pessoas atravessando a rua só para assinar o nosso documento. Estamos com o apoio muito grande da população de Juiz de Fora, e isso nos deixa muito feliz," afirma Aparecida.

    Ainda, de acordo com a coordenadora, 91,6% da classe aderiu a greve e, mesmo com a indefinição sobre o fim do movimento, os professores continuam na busca de uma negociação com a Prefeitura. "Temos mais uma reunião marcada com os representantes da Prefeitura nesta terça-feira [30] e uma assembleia na quinta-feira [2 de maio]. Sempre com o objetivo de chegarmos a um consenso, afinal, mais de 45 mil alunos estão sem aula e não queremos prejudicar ninguém, apenas queremos o que é direito nosso."

    Em nota, a Prefeitura afirmou que "a discussão sobre a aplicação da jornada de 1/3 extraclasse foi judicializada pelo Sindicato dos Professores no final de 2012. No início deste ano, porém, o Tribunal de Justiça de Minas reconheceu a impossibilidade de a Prefeitura garantir a aplicação imediatamente, por conta do impacto orçamentário, financeiro e pedagógico causado. Apesar disso, a atual administração assegurou a aplicação da nova jornada já em 2014."

    Em relação aos demais itens da pauta apresentada, a Prefeitura informa que acenou positivamente para vários itens, alguns reivindicados pela categoria há anos. Além disso, destacou que está aberta ao diálogo e apela pelo retorno às aulas.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.