Terça-feira, 1 de setembro de 2020, atualizada às 16h01

UFJF lança especialização gratuita em Gestão Pública em Proteção e Defesa Civil

Da redação

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) vai oferecer o curso de especialização lato sensu em Gestão Pública em Proteção e Defesa Civil, por meio de uma com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. A participação é gratuita e será realizada de forma semi-presencial.

Os interessados devem preencher o formulário de “manifestação de interesse” para serem informados sobre o período de inscrições. A previsão é de que o edital com todas as informações sobre o curso seja publicado ainda em setembro, e as aulas devem começar na segunda quinzena de fevereiro de 2021.

O corpo docente do curso será formado por professores da Universidade e profissionais do Corpo de Bombeiros. A especialização pretende abordar de maneira acadêmica, científica e profissional assuntos relacionados à Engenharia, Gestão Pública, Proteção e Defesa Civil. De acordo com o vice-coordenador do curso de Engenharia Civil da UFJF, Jordan Henrique de Souza, “não importa a área de graduação do profissional, nosso intuito é capacitar os agentes públicos e profissionais interessados nas temáticas da Proteção e Defesa Civil, possibilitando-os a participar de equipes multidisciplinares nas ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação voltadas à proteção e defesa civil.”  

Com carga horária de 400h, o objetivo do curso é, por meio da capacitação dos atuais e futuros agentes públicos da Proteção e Defesa Civil, ampliar o escopo de atividades que visem a segurança das comunidades em áreas de risco. “Temos uma carência desse tipo de capacitação para profissionais com nível superior, por isso a parceria entre UFJF e CBMMG é uma oportunidade ímpar”, diz Jordan de Souza.

O professor destaca que, além da troca de conhecimentos, a especialização permite a formação de redes de colaboração institucional. “Vamos possibilitar a integração de instituições públicas que podem colaborar para que tenhamos uma formação de profissionais mais preparados para atuarem em diversas ações que promovam a redução de riscos de desastres. Nesse contexto a participação do setor público e privado na interação com a comunidade é fundamental para o desenvolvimentos da resiliência das cidades e preparação para os eventos adversos de origem natural e tecnológica”, completa.


Com informações da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.