• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Quase 16 mil alunos vão fazer a prova do Enem em JF Exame é considerado importante tanto para testar os conhecimentos quanto para garantir uma vaga no ensino superior. Anote as dicas para se sair bem

    Priscila Magalhães
    Repórter
    27/08/2008

    O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai acontecer neste domingo, 31 de agosto. Em Juiz de Fora, 15.904 alunos vão fazer a prova, que acontece em 26 locais espalhados pela cidade. Em todo o país são 4.004.715 inscritos, que deverão comparecer em 8.514 locais de prova, sendo que a região sudeste teve o maior número de candidatos, com 1.887.779.

    A prova do Enem, além de ser importante para que o candidato se inscreva no Programa Universidade para Todos (ProUni), e concorra a uma bolsa de estudos, também é aceito em cerca de 500 instituições de ensino superior como critério de seleção para o ingresso na faculdade.

    Entretanto, a psicóloga de um curso pré-vestibular Vivian Werneck diz que a prova também é uma ótima oportunidade para que os estudantes testem seus conhecimentos. Segundo ela, em 90% dos casos, os alunos saem satisfeitos com o resultado da prova do Enem. Entretanto, não devem se acomodar, achando que já estão preparados para o vestibular. "Depois do Enem ainda tem muita matéria para eles verem até o fim do ano", diz.

    Para os candidatos que se enquadram no ProUni, Vivian diz que estes devem levar a prova ainda mais a sério. "Existem faculdades particulares de medicina inscritas no ProUni. Para o aluno que consegue essa bolsa não vai ter que pagar mensalidade". Além do Programa, outras faculdades e até instituições federais trocam a nota do vestibular pela do Enem, caso esta tenha sido melhor. "Este é o caso da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), muito procurada pelos estudantes da região", exemplifica ela.

    Apesar de dar importância ao Enem e incentivar os alunos à prova, Vivian diz que o exame é uma conseqüência do vestibular, já que o candidato não deve estudar para o Enem, mas para entrar na faculdade. "A não ser quem vai se inscrever no ProUni", lembra ela.

    Provas

    Foto de pessoas fazendo prova A prova do Enem tem 63 questões objetivas de múltipla escolha e uma redação. O conteúdo abrange as áreas do conhecimento do ensino básico. A redação deve ser escrita em forma de texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo. O tema é definido entre social, científico, cultural ou político. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a prova de redação não deve conter a identificação do aluno.

    Para a psicóloga, a prova do Enem não é difícil, sendo mais fácil que a da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por exemplo. "Ela tem o nível médio e a matéria cobrada é a mesma que as federais pedem no vestibular", explica.

    Além disso, outro diferencial da prova, que facilita a vida dos estudantes, é o fato de não ter questões discursivas, somente uma redação. "Isso a torna mais fácil. É melhor fazer uma redação do que uma prova aberta de física".

    Para uma boa prova

    As dicas para fazer uma boa prova do Enem são as mesmas para o vestibular. A psicóloga aconselha o candidato a chegar com antecedência e não estudar na véspera ou no dia da prova. Outro ponto importante é ter consciência de que não é possível saber 100% da matéria estudada. "Se esquecer algum conteúdo na hora da prova, não significa que esqueceu tudo. Tenha calma e passe para outra questão, sem culpa".

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.