Juiz de Fora - MG

Quinta-feira, 04 de setembro de 2008, atualizada às 15h54

Pessoas com deficiência visual cadastradas na Associação dos Cegos vão usar urnas eletrônicas especiais



Priscila Magalhães
Repórter

As pessoas com deficiência visual, cadastradas espontaneamente na seção eleitoral da Associação dos Cegos, vão usar urna eletrônica especial no dia 05 de outubro.

Além do braile, presente nas teclas de todos os equipamentos, os especiais são adaptados com fones de ouvido. Dessa forma, as urnas com este dispositivo permitem ao eleitor com deficiência visual conferir os números dos candidatos escolhidos, através do som.

A eleitora Dilma Rosa de Jesus, de 46 anos, já usou a urna eletrônica com sistema de áudio e garante que não houve dificuldades na hora de votar. "É bem fácil. Tem braile na tecla e fone de ouvido. É só colocar o fone de ouvido e ela fala o nome do candidato que corresponde ao número digitado".

Segundo informações contidas no site do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), são 728 eleitores com deficiência visual no Estado, sendo que 170 estão em Belo Horizonte. A assessoria do TRE informou que não há números referentes a Juiz de Fora, pois não são todas as pessoas com deficiência que se cadastram para votar em seções especiais.

A técnica judiciária da zona eleitoral 154 Vilma Sinotti Esteves diz que além deles não se cadastrarem em seções especiais, quando as pessoas tiram o título não há qualquer tipo de declaração a respeito de deficiências. "Assim, não existe quantitativo". A assessoria da Associação dos Cegos também não soube informar quantos eleitores com deficiência visual votam na seção, já que ela também é aberta a outros eleitores.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.