Marcos Sarquis Hallack Triatleta juizforano já possui 12 anos de carreira e está se preparando
para a primeira disputa no Ironman Brasil

Sílvia Zoche
Repórter
13/04/2006

A contagem regressiva para o triatleta Marcos Sarquis Hallack, 26, já começou. Em maio, deste ano, ele vai participar, pela primeira vez, do Ironman Brasil, em Florianópolis.

O treinamento já começou e é bem puxado, afinal, ele terá que nadar 4km no mar - o percurso é formato de 'M' -, depois sai direto para os 180km de bicicleta e pra fechar, 42 km de corrida. "Essa é a parte que eu considero o Ironman de verdade", diz o triatleta.

Ele calcula que na primeira parte, vai fazer em 55 minutos, a segunda entre cinco horas e cinco horas e meia e, na última, três horas e 20 minutos. "Nossa, se eu fizer em 3h20 vai ser ótimo", declara. Somando tudo, serão quase dez horas de prova. Já imaginou o que é isso?

Alimentação e horários regrados nem precisa comentar, porque são de lei. Com 1,74 de altura, Marcos está pesando 64kg, atualmente. "Já incluí até suplementação alimentar, porque com a preparação eu emagreci, mas não estou fraco, o que é muito importante. Como de três em três horas, bastante fruta, pouca carne vermelha, não como fritura...", diz.

Mesmo com a expectativa e ansiedade pelo Ironman, o que deu a segurança em participar deste campeonato foi o 5º lugar no Campeonato Brasileiro de Longa Distância, de 2005, em Florianópolis, que ainda lhe rendeu uma vaga na Seleção Brasileira de Longa Distância no Mundial da Dinamarca, no mesmo ano (foto ao lado). "Fui o 2º melhor atleta sul americano e o 41º do mundo", ressalta. Foram quase dois mil atletas participantes. E o que isso tem a ver com o Ironman Brasil? As distâncias são bem próximas: 4km de natação (a mesma do Ironman), 120km de ciclismo (a do Ironman é 180km) e 30 km de corrida (no Ironman são mais 12km).

Outro destaque, para o triatleta, foi o 5º lugar que conquistou no Campeonato Brasileiro de Longa Distância, em 2005, disputado em Florianópolis. "Pelas distâncias, é um 1/2 Ironman: 2km de natação, 90 de ciclismo e 21 de corrida", lembra.

Na segunda semana de abril deste ano, Hallack foi à Ubatuba na 1ª etapa do 1/2 Ironman. Foi o oitavo melhor colocado entre os brasileiros e 12º lugar geral. "Tinham atletas do Canadá, Alemanha, Inglaterra, Argentina e Austrália. Quando a premiação é alta, vem atletas de várias partes do mundo", conta. No dia 23 de abril (domingo), Hallack vai competir na 2ª etapa do Ranking Troféu Brasil de Triathlon, em São Paulo. No total, são sete etapas nas principais capitais do Brasil.

Quanto às Olimpíadas, Hallack montou uma tática. "Como estou treinando forte para os campeonatos de longa distância, isso cria um alicerce, uma base forte. Na próxima Olimpíada, diminui a distância e ganho em velocidade e aí vai dar pra brigar por uma vaga", explica.

Seu treinador atual é ele mesmo. "Faz dois anos que monto meu treino por conta própria", diz. Ele já teve três treinadores diferentes, mas, atualmente, além da experiência de 12 anos de triatleta, ele está quase se formando na faculdade de Educação Física. Mas vive da profissão de triatleta somente há três anos. "Vi que estava com uma bagagem legal, com experiência e atletas começaram a me procurar pedindo para ser o treinador deles", conta.

Mesmo assim, algumas vezes, Hallack não consegue participar de todos os campeonatos. Ano passado, por exemplo, ele não conseguiu completar todo o ranking nacional. "O custo é alto, as inscrições são caras, tem hospedagem, alimentação, viagem... São vários fatores que nem sempre dá pra bancar", explica.

E ainda chama a atenção pra uma coisa. "Não é legal o atleta ir para o campeonato pensando em ganhar o prêmio que vai bancar outra competição. A idéia não é essa". E completa dizendo que se para os atletas os gastos são altos, pra empresa que patrocina o custo é mínimo. "Tenho dois patrocinadores e alguns apoios, que são importantes pra mim. As pessoas têm que perceber que quando estou competindo fora, estou representando Juiz de Fora. O que cada um puder ajudar, já dá uma estrutura", enfatiza. Ele lembra que Minas Gerais não possui nenhuma lei que dê vantagens financeiras para as empresas patrocinarem esportistas. "É por isso que sou um atleta federado no Rio".

Início da carreira

Aos 12 anos, já participava das corridas rústicas em Juiz de Fora. Até que aos 14 anos, um primo que se inscreveu em um 1/2 Ironman foi sorteado pra participar da maratona no Havaí. "Quando ele voltou e me mostrou a fita... Nossa! Eu vi que era aquilo que eu queria", conta. Foi, então, que o primo o inscreveu em um short triathlon, com o seguinte percurso: 50m de natação, 20km de ciclismo e 5km correndo. "Só tive um mês pra me preparar".

No ano seguinte, em 1995, Hallack começou o treino com o técnico do triatleta Leonardo Casadio e, já no mesmo ano, participou do Campeonato Mundial do México, na categoria de 12 a 14 anos. A partir daí, nunca mais parou. Bem, só pra fazer o vestibular. Fez Direito, em Juiz de Fora, mas quando estava no 3º período, surgiu uma oportunidade na carreira de triatleta, em Niterói e conseguiu transferência pra outra instituição. "Cheguei a fazer estágio no Procon de JF, em escritórios de advocacia... Hoje, sou formado. Só que era a minha".

Realmente, sua paixão é a carreira de triatleta e diz que deve muito ao amigo Thiago Machado, que faleceu em 2005, durante um treino. "Ele é importante e um amigo, sempre".

Campeonatos

Veja os principais campeonatos que o bicampeão Pan-Americano de Triathlon (categoria amador), Marcos Hallack, participou em 2005 e as pretensões do triatleta para 2006, 2007 e 2008:

2005

Campeonato Brasileiro de Longa Distância - Florianópolis (SC) - 5º lugar

Campeonato Mundial de Longa Distância - Fredericia (Dinamarca) - 41º lugar e 2º melhor sul americano

1/2 Ironman Pirassununga (SP) - 9º lugar e 7º Brasileiro

Campeonato Carioca de Aquathlon (RJ) - 3º lugar

Copa Sudeste de Triathlon - Rio de Janeiro (RJ) - 6º lugar na categoria profissional

Travessia dos Fortes - Rio de Janeiro (RJ) - 3º Master A


2006

Ironman Brasil - Florianópolis (SC)

Ranking Troféu Brasil de Triathlon (7 etapas)

Campeonato Brasileiro de Triathlon de Longa Distância - Vitória (ES)

1/2 Ironman de Brasília (DF)

1/2 Ironman de Pirassununga (SP)

Ironman do Havaí


2007

Jogos Pan-Americano - Rio de Janeiro


2008

Jogos Olímpicos de Pequim (China)


Fonte: www.marcoshallack.com

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.