• Assinantes
  • Esporte

    Quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009, atualizada às 13h

    PJF aposta na colaboração da iniciativa privada para driblar a crise e garantir projetos de incentivo ao esporte em 2009

    Patrícia Rossini
    * Colaboração

    A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer anunciou novidades para o calendário esportivo de Juiz de Fora, na manhã desta quinta-feira, dia 26 de fevereiro. Além dos eventos tradicionais, como a Copa de Futsal, a Corrida da Fogueira e a Copa de Futebol Amador, foram revelados planos para a realização da primeira Copa de Handbol de Juiz de Fora. O tênis também pode ganhar destaque na programação 2009.

    De acordo com o titular da pasta, Renato Miranda, a primeira preocupação em relação às parcerias com a iniciativa privada do município é o fortalecimento dos laços. "Nossa prioridade é solidificar e aperfeiçoar a relação com os parceiros. Desde o início da administração, estamos promovendo reuniões para discutir o planejamento esportivo deste ano", afirma. Além de fortalecer o contato com as empresas que já colaboram regularmente com os projetos de incentivo ao esporte, Miranda acredita na celebração de novas parcerias para driblar a falta de recursos da Prefeitura.

    Segundo ele, o objetivo é promover a discussão de temas ligados ao esporte e à inclusão social nos eventos tradicionais. "Nas copas de futebol e futsal, temos que potencializar um fator importante, que é a revelação de talentos, junto aos clubes da cidade. Centenas de jogadores têm potencial para seguir o caminho do esporte em busca de um futuro melhor."

    Embora dois dos principais eventos do município sejam relacionados ao futebol, o secretário ressalta a importância de trabalhar na fomentação das demais modalidades coletivas e individuais. "O futebol não é nossa única prioridade, temos uma gama de esportes na cidade que sobrevivem do esforço dos nossos atletas e, por isso, temos que intensificar a atuação do poder público para obter resultados melhores para Juiz de Fora."

    Miranda ainda afirmou que a pasta vai auxiliar os atletas juizforanos a obter patrocínio, tanto na esfera pública quanto na privada. "A questão financeira, muitas vezes, interfere na prática esportiva. São gastos com treinamentos, viagens e competições que nem sempre cabem no bolso do atleta. Para resolver esse problema, a secretaria pretende ajudar na aproximação e no contato com os patrocinadores em potencial", garante.

    Projetos

    Embora os planos para 2009 sejam limitados pelas dificuldades financeiras da PJF, Miranda afirma que a secretaria está tentando resolver problemas, como a construção do Ginásio Poliesportivo, e projetos anunciados pelo prefeito na campanha eleitoral. "Estamos em contato com o Ministério do Esporte para tentar negociar uma nova contrapartida para retomar as obras do Ginásio. Também já iniciamos o estudo para a criação da Praça da Juventude e estamos elaborando um projeto de revitalização dos campos de várzea da cidade", alega.

    De acordo com o chefe do Departamento de Fomento às Políticas de Esporte e Lazer, Cláudio Esteves, o projeto Bairro de Lazer também deve ser incrementado. "Trata-se de um trabalho desenvolvido duas vezes por semana nas escolas da rede pública e todo domingo nos bairros. Abrange cidadãos das mais diversas faixas etárias e classes sociais, e é muito importante para a formação dessas pessoas."

    A participação das escolas de Juiz de Fora nos Jogos do Interior de Minas (JIMI) e nos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) foi lembrada pelo chefe do Departamento de Iniciação, Formação e Rendimento Esportivo, Paulo Tavares. "É necessário reforçar o trabalho de iniciação esportiva voltado para o rendimento. As escolas da cidade têm uma participação maciça no JIMI e no JEMG, mas isso ainda acontece de maneira amadora", lamenta.

    Para Tavares, é necessário reunir as escolas da rede pública e privada para discutir o aprimoramento do trabalho a partir dos jogos intercolegiais - que são eliminatórios para as competições estaduais. "Trazer resultados para Juiz de Fora também é interesse das escolas participantes. Por isso, a ideia é formatar a competição local nos moldes dos jogos mineiros para fortalecer nossas equipes", explica.

    * Patrícia Rossini é estudante de Comunicação Social da UFJF.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.