• Assinantes
  • Esporte
    Sexta-feira, 11 de junho de 2010, atualizada às 18h20

    Jogos Pan-Americanos Escolares promovem um intercâmbio cultural entre atletas

    Carolina Gomes
    Repórter

    Os Jogos Pan-Americanos Escolares, que serão realizados em Juiz de Fora, entre os dias 23 a 30 de agosto, trazem para os atletas de Juiz de Fora bem mais que uma simples competição esportiva, mas também um intercâmbio cultural.

    O coordenador de Educação Física e Esportes de um colégio particular da cidade, Evandro de Carvalho Pinheiro, afirma que se trata de uma excelente oportunidade para os atletas. "Um dos pontos fortes de nosso colégio é o incentivo à prática esportiva. Esse é um grande evento para os atletas, principalmente pela possibilidade de intercâmbio cultural", explica.

    Evandro também vê a realização da competição como algo positivo para a cidade. "Juiz de Fora é carente de atividades esportivas e a realização desses jogos será um incentivo para que as escolas divulguem o esporte entre os alunos."

    Falta de participação

    Os jogos contam com a participação de delegações de dez países das Américas, além da China, que foi aceita em condições especiais. No total, 47 escolas mineiras se inscreveram para participar das seletivas para representar o país, nas seguintes modalidades: basquete, handebol, voleibol e futebol. Destas, só o futebol possui apenas times masculinos.

    De acordo com a Secretaria de Esportes e Lazer, a adesão das escolas foi satisfatória. Porém, apenas três escolas particulares da cidade cadastraram suas delegações. Esse fato motivou o juiz de direito, Luiz Guilherme Marques, a trocar as filhas de escola. "Alguns colégios não se tocam para a importância do evento no incentivo à prática de esportes", declara.

    Luiz Guilherme lembra que a cidade já teve grandes nomes no esporte mundial e hoje quase não tem representantes em âmbito nacional, quanto mais olímpico. "O Brasil será sede das Olimpíadas de 2016 e Juiz de Fora pode ter condições de mandar atletas para representar o país, caso comece a preparação desde já".

    As duas filhas de Luiz Guilherme, as gêmeas Jaqueline Mara e Tereza Cristina, praticam voleibol há quatro anos e não se conformaram quando o colégio no qual estudavam não se cadastrou. Indignado com o fato, o pai optou pela troca de colégio.

    O atual time das meninas participará das seletivas, o que está deixando as duas bem empolgadas. "O time está bem preparado e temos chances de vencer", afirma Jaqueline.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.