• Assinantes
  • Esporte
    Quarta-feira, 23 de maio de 2012, atualizada às 18h56

    Início do Campeonato Brasileiro da Série C é adiado pelo STJD

    Thiago Stephan
    Repórter
    Tupi

    A estreia do Tupi no Campeonato Brasileiro da Série C contra o Duque de Caxias está adiada por tempo indeterminado. A notícia é de um site especializado em cobrir as decisões do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Segundo a publicação, o presidente do Tribunal, Rubens Approbato, determinou nesta quarta-feira, dia 23 de maio, a suspensão das séries C e D até que haja uma solução definitiva, em juízo, das ações que ameaçam a disputa. Santo André, Treze/PB, Rio Branco/AC, Brasil de Pelotas/RS e Araguaína/TO brigam por vagas na Terceira Divisão.

    Ainda segundo a matéria, depois que a CBF acatou a liminar da Justiça comum gaúcha para incluir o Brasil de Pelotas na Série C, o Santo André, que automaticamente perdeu a vaga, briga para não se ver fora da competição nacional. Uma decisão da Justiça paraibana, publicada na última sexta-feira, também determina a inclusão do Treze na competição, no lugar do Rio Branco/AC. Mas a equipe do Acre conta com decisão estadual da Justiça garantindo o seu lugar.

    Entenda o imbróglio judicial

    O Santo André (SP), equipe que está no mesmo grupo do Tupi, impetrou, na terça-feira, 22, mandado de garantia no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJF) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com pedido de liminar para que seja suspensa a realização da Série C do Brasileirão até que seja julgado o mérito da ação que o Brasil de Pelotas (RS) move contra a CBF.

    De acordo com esclarecimento publicado no site do clube gaúcho, a equipe foi acusada de ter escalado irregularmente o atleta Cláudio Roberto na estreia do Campeonato Brasileiro da Série C, em 2011, partida em que derrotou o Santo André (SP) por 3 a 2. Entretanto, a Quarta Comissão Disciplinar do STJD constatou que o clube não teve culpa no caso, já que foram apresentados documentos de transferência do jogador enviado pelo Federação Mineira em que não constava nenhuma punição pendente.

    Mas, de acordo com a nota, dois dias antes do fim da competição, quando o Santo André (SP) estava matematicamente rebaixado, o pleno do STJD decidiu punir o Brasil de Pelotas, retirando-lhe seis pontos, livrando o clube paulista do rebaixamento. Rebaixado pelo STJD e, após esgotar todas as medidas cabíveis na Justiça Desportiva, o Grêmio Esportivo Brasil ajuizou ação na Justiça comum, para restabelecer o resultado em campo.

    Na terça-feira, 22, houve audiência no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, quando o representante da CBF informou que não teria poder para celebrar qualquer tipo de acordo. Ele solicitou prazo de 48 horas para formular proposta ao clube, o que até a noite desta quarta-feira, 23, não havia acontecido. Na terça, a CBF acenou com a possibilidade de incluir o Brasil de Pelotas na Série C de 2014. Diante disso, segue em vigência a liminar que determinou a inclusão imediata do Grêmio Esportivo Brasil na série C 2012, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, observada a data da efetiva inclusão.

    Reforços no Tupi

    Aguardando uma decisão dos tribunais, o Tupi trabalha dentro e fora de campo para a estreia na Série C do Campeonato Brasileiro. Foi apresentado nesta quarta-feira, 23, o sétimo reforço para a Terceirona: o atacante Fabinho, de 25 anos, ex-Bangu, que é esperado hoje à tarde em Santa Terezinha. Ele tem 25 anos, é capixaba de Vitória e tem vários clubes no currículo: começou a carreira no Cruzeiro (MG), passou por Villa Nova (MG), Cabofriense (RJ), Ipatinga (MG), Al-Arabi (Kuwait), Nacional-Nova Serrana (MG) e estava no Bangu (RJ). Fabinho é o sétimo reforço do Galo para a disputa da Série C. Antes chegaram o goleiro Alex, o lateral direito Alex Travassos, o zagueiro Adalberto, o volante Caetano, o meio-campista Magalhães e o atacante Deon.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.