• Assinantes
  • Esporte
    Sexta-feira, 12 de abril de 2013, atualizada às 18h58

    Mário Helênio está autorizado a receber partidas com clubes cariocas

    Cintia Charlene
    *Colaboração
    estádio

    Em visita nesta sexta-feira, 12 de abril, ao Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, o diretor de Competições da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Marcelo Vianna, juntamente com sua equipe técnica anunciou que o estádio está apto a receber partidas da Copa do Brasil e pelo Campeonato Brasileiro. A decisão partiu do fato de que os times cariocas estão sem mais três dos seus estádios para realização dos jogos.

    Com isso, o secretário de Esporte e Lazer, Francisco Canalli, diz que viu nesse episódio a oportunidade de sediar os jogos em Juiz de Fora. ''Com a interdição do Engenhão, a Secretaria de Esporte e Lazer manifestou o interesse em receber esses times. Enviamos, à Ferj e as diretorias dos clubes cariocas, cartas e também um book com fotos e informações do nosso estádio, colocando-nos à disposição. E mediante tal episódio, recebemos como resposta a visita do diretor de competições, que autorizou a realização das partidas."

    Em relação à realização do jogo entre o Flamengo e o Remo no estádio, Canalli esclarece que em contato com um dos diretores do rubro-negro, a hipótese havia sido descartada. "Recebi retorno dos dirigentes do Flamengo reafirmando o interesse em vir jogar, mas eles informaram que a CBF alegou não haver tempo hábil para a alteração no calendário. Mas, que em relações as próximas partidas o estádio tem grandes chance, o que depende também dos resultados conquistados pelo time.''

    O secretário destaca, ainda, a importância da cidade em receber os jogos, uma vez que almeja a vaga de ser Sub-sede da Copa do Mundo.'' Em Juiz de Fora existem muito torcedores dos times cariocas, principalmente pela proximidade com o Rio. Naturalmente, trará grande satisfação para os torcedores a realização dos jogos, além da oportunidade de aquecer o turismo esportivo, com a vinda de torcedores de cidades vizinhas, e movimentar a rede hoteleira. Por outro lado, deixa um legado positivo e coloca Juiz de Fora na rota do cenário esportivo nacional, o que poderá atrair até times estrangeiros.''

    Em relação à estrutura do estádio, para sediar o evento, Canalli afirma que já foram disponibilizados R$ 800 mil, e que a expectativa é que as obras começem no segundo semestre. "Estamos buscando outras verbas. Elaboramos um projeto de readequação do estádio, visando torná-lo mais agradável e seguro. Com esse dinheiro, pretendemos trocar todo o gramado, já que este é o original desde a época do surgimento do estádio. Além disso, pretendemos remodelar os vestiários e criar uma área de monitoramento, deixando o local apto ás exigências da Fifa'', afirma.

    *Cintia Charlene é estudante do 7º período de Comunicação Social da UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.