Terça-feira, 21 de janeiro de 2014, atualizada às 17h

Juiz-foranos participam de uma das maiores competições de rally do Brasil

Laura Lewer
*Colaboração
Juiz-foranos participam de uma das maiores competições de rally do Brasil

Os jipeiros juiz-foranos Pedro Agrelle e Rodrigo Peternelli vão correr na 20ª edição do Rally Transparaná, uma das maiores competições do Brasil. O evento será realizado entre os dias 26 de janeiro e 1º de fevereiro e tem mais de 1.500 quilômetros de prova, passando por cidades como Foz do Iguaçu, Cascavel, Campo Mourão, Ivaiporá, Ponta Grossa, Curitiba e Guaratuba.

Junta há três anos, a dupla é a atual campeã mineira e bicampeã carioca de enduro de regularidade e atualmente busca vencer a categoria Master dos carros 4x4, a principal da competição paranaense.

Desafios

De acordo com Rodrigo, a preparação foi feita durante todo o ano de 2013. "As competições das quais participamos foram nosso maior treinamento, ainda mais com os bons resultados que tivemos", conta. A confiança, segundo ele, é essencial nesse tipo de disputa, completamente nova para eles. "Já estivemos frente aos competidores que vamos encarar no rally anteriormente e obtemos bons resultados. Sabemos que não vai ser fácil, mas estamos confiantes." Para o navegador da dupla, o principal desafio "é conhecer o nível técnico dos candidatos que estarão lá, porque são os melhores do país." Além disso, o fato do clima e solo serem diferentes também é um fator a ser levado em conta. 

Expectativas 

Segundo o piloto da dupla, Pedro, a maior parte do treinamento vem do entrosamento da equipe e preparação técnica do veículo que, juntos, devem aguentar todas as dificuldades dos seis dias inteiros de corrida. O objetivo da dupla é chegar pelo menos entre os cinco primeiros. "É importante para nós porque vamos conquistando um lugar sólido no meio. É a realização de um sonho de competir em grandes provas", explica. Apesar das boas expectativas, do objetivo certo e do forte apoio que vão receber durante os dias de evento, Pedro deixa bem claro uma coisa: "um rally só acaba no final."

*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF

-
Terça-feira, 21 de janeiro de 2014, atualizada às 17h

Juiz-foranos participam de uma das maiores competições de rally do Brasil

Laura Lewer
*Colaboração
Juiz-foranos participam de uma das maiores competições de rally do Brasil

Os jipeiros juiz-foranos Pedro Agrelle e Rodrigo Peternelli vão correr na 20ª edição do Rally Transparaná, uma das maiores competições do Brasil. O evento será realizado entre os dias 26 de janeiro e 1º de fevereiro e tem mais de 1.500 quilômetros de prova, passando por cidades como Foz do Iguaçu, Cascavel, Campo Mourão, Ivaiporá, Ponta Grossa, Curitiba e Guaratuba.

Junta há três anos, a dupla é a atual campeã mineira e bicampeã carioca de enduro de regularidade e atualmente busca vencer a categoria Master dos carros 4x4, a principal da competição paranaense.

Desafios

De acordo com Rodrigo, a preparação foi feita durante todo o ano de 2013. "As competições das quais participamos foram nosso maior treinamento, ainda mais com os bons resultados que tivemos", conta. A confiança, segundo ele, é essencial nesse tipo de disputa, completamente nova para eles. "Já estivemos frente aos competidores que vamos encarar no rally anteriormente e obtemos bons resultados. Sabemos que não vai ser fácil, mas estamos confiantes." Para o navegador da dupla, o principal desafio "é conhecer o nível técnico dos candidatos que estarão lá, porque são os melhores do país." Além disso, o fato do clima e solo serem diferentes também é um fator a ser levado em conta. 

Expectativas 

Segundo o piloto da dupla, Pedro, a maior parte do treinamento vem do entrosamento da equipe e preparação técnica do veículo que, juntos, devem aguentar todas as dificuldades dos seis dias inteiros de corrida. O objetivo da dupla é chegar pelo menos entre os cinco primeiros. "É importante para nós porque vamos conquistando um lugar sólido no meio. É a realização de um sonho de competir em grandes provas", explica. Apesar das boas expectativas, do objetivo certo e do forte apoio que vão receber durante os dias de evento, Pedro deixa bem claro uma coisa: "um rally só acaba no final."

*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF

Terça-feira, 21 de janeiro de 2014, atualizada às 17h

Juiz-foranos participam de uma das maiores competições de rally do Brasil

Laura Lewer
*Colaboração
Juiz-foranos participam de uma das maiores competições de rally do Brasil

Os jipeiros juiz-foranos Pedro Agrelle e Rodrigo Peternelli vão correr na 20ª edição do Rally Transparaná, uma das maiores competições do Brasil. O evento será realizado entre os dias 26 de janeiro e 1º de fevereiro e tem mais de 1.500 quilômetros de prova, passando por cidades como Foz do Iguaçu, Cascavel, Campo Mourão, Ivaiporá, Ponta Grossa, Curitiba e Guaratuba.

Junta há três anos, a dupla é a atual campeã mineira e bicampeã carioca de enduro de regularidade e atualmente busca vencer a categoria Master dos carros 4x4, a principal da competição paranaense.

Desafios

De acordo com Rodrigo, a preparação foi feita durante todo o ano de 2013. "As competições das quais participamos foram nosso maior treinamento, ainda mais com os bons resultados que tivemos", conta. A confiança, segundo ele, é essencial nesse tipo de disputa, completamente nova para eles. "Já estivemos frente aos competidores que vamos encarar no rally anteriormente e obtemos bons resultados. Sabemos que não vai ser fácil, mas estamos confiantes." Para o navegador da dupla, o principal desafio "é conhecer o nível técnico dos candidatos que estarão lá, porque são os melhores do país." Além disso, o fato do clima e solo serem diferentes também é um fator a ser levado em conta. 

Expectativas 

Segundo o piloto da dupla, Pedro, a maior parte do treinamento vem do entrosamento da equipe e preparação técnica do veículo que, juntos, devem aguentar todas as dificuldades dos seis dias inteiros de corrida. O objetivo da dupla é chegar pelo menos entre os cinco primeiros. "É importante para nós porque vamos conquistando um lugar sólido no meio. É a realização de um sonho de competir em grandes provas", explica. Apesar das boas expectativas, do objetivo certo e do forte apoio que vão receber durante os dias de evento, Pedro deixa bem claro uma coisa: "um rally só acaba no final."

*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF