Terça-feira, 28 de abril de 2015, atualizada às 15h27

Reforma do Estádio Municipal já tem empresa licitada

A segunda etapa das obras de reestruturação do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio já tem empresa responsável para gerir a obra. Segundo a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), a melhor proposta foi da Ribeiro Alvim Engenharia, que será responsável pelas reformas de vestiários, cabines de imprensa e bares, por R$ 958.731,54.

Toda a verba para realização das reformas é proveniente do Ministério dos Esportes, que disponibilizou R$ 1,5 milhão para que o Estádio Municipal tenha os padrões dos grandes estádios do país. A primeira etapa das obras começou em junho de 2014, considerando a licitação que consistiu na troca do gramado e na instalação do sistema de irrigação eletrônica, e foi concluída no final de agosto. Após esta data, foi feita a manutenção do gramado para que chegasse nas condições ideais para os jogos, como está hoje.

Obras

A segunda etapa das obras inclui melhorias no vestiário, nas cabines de rádio, TV e sala de imprensa, nos bancos de reservas e uma nova estrutura para a Polícia Militar. O vestiário será revitalizado com a troca de todo o piso, instalação de banheiras de hidromassagens, troca de chuveiros e sanitários. Serão construídas 12 novas cabines de imprensa e feita reforma geral do prédio, como: pintura, troca de piso, bancada e os vidros das cabines serão substituídos por blindex. Ainda serão trocados os bancos dos jogadores, entre outras mudanças pré-definidas no edital. Estas alterações são necessárias para partidas oficiais, seguindo normas determinadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A terceira etapa será a implantação do monitoramento eletrônico e do placar eletrônico, orçados em aproximadamente R$ 120 mil.

Com informações da PJF.

Terça-feira, 28 de abril de 2015, atualizada às 15h27

Reforma do Estádio Municipal já tem empresa licitada

A segunda etapa das obras de reestruturação do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio já tem empresa responsável para gerir a obra. Segundo a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), a melhor proposta foi da Ribeiro Alvim Engenharia, que será responsável pelas reformas de vestiários, cabines de imprensa e bares, por R$ 958.731,54.

Toda a verba para realização das reformas é proveniente do Ministério dos Esportes, que disponibilizou R$ 1,5 milhão para que o Estádio Municipal tenha os padrões dos grandes estádios do país. A primeira etapa das obras começou em junho de 2014, considerando a licitação que consistiu na troca do gramado e na instalação do sistema de irrigação eletrônica, e foi concluída no final de agosto. Após esta data, foi feita a manutenção do gramado para que chegasse nas condições ideais para os jogos, como está hoje.

Obras

A segunda etapa das obras inclui melhorias no vestiário, nas cabines de rádio, TV e sala de imprensa, nos bancos de reservas e uma nova estrutura para a Polícia Militar. O vestiário será revitalizado com a troca de todo o piso, instalação de banheiras de hidromassagens, troca de chuveiros e sanitários. Serão construídas 12 novas cabines de imprensa e feita reforma geral do prédio, como: pintura, troca de piso, bancada e os vidros das cabines serão substituídos por blindex. Ainda serão trocados os bancos dos jogadores, entre outras mudanças pré-definidas no edital. Estas alterações são necessárias para partidas oficiais, seguindo normas determinadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A terceira etapa será a implantação do monitoramento eletrônico e do placar eletrônico, orçados em aproximadamente R$ 120 mil.

Com informações da PJF.

-
Terça-feira, 28 de abril de 2015, atualizada às 15h27

Reforma do Estádio Municipal já tem empresa licitada

A segunda etapa das obras de reestruturação do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio já tem empresa responsável para gerir a obra. Segundo a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), a melhor proposta foi da Ribeiro Alvim Engenharia, que será responsável pelas reformas de vestiários, cabines de imprensa e bares, por R$ 958.731,54.

Toda a verba para realização das reformas é proveniente do Ministério dos Esportes, que disponibilizou R$ 1,5 milhão para que o Estádio Municipal tenha os padrões dos grandes estádios do país. A primeira etapa das obras começou em junho de 2014, considerando a licitação que consistiu na troca do gramado e na instalação do sistema de irrigação eletrônica, e foi concluída no final de agosto. Após esta data, foi feita a manutenção do gramado para que chegasse nas condições ideais para os jogos, como está hoje.

Obras

A segunda etapa das obras inclui melhorias no vestiário, nas cabines de rádio, TV e sala de imprensa, nos bancos de reservas e uma nova estrutura para a Polícia Militar. O vestiário será revitalizado com a troca de todo o piso, instalação de banheiras de hidromassagens, troca de chuveiros e sanitários. Serão construídas 12 novas cabines de imprensa e feita reforma geral do prédio, como: pintura, troca de piso, bancada e os vidros das cabines serão substituídos por blindex. Ainda serão trocados os bancos dos jogadores, entre outras mudanças pré-definidas no edital. Estas alterações são necessárias para partidas oficiais, seguindo normas determinadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A terceira etapa será a implantação do monitoramento eletrônico e do placar eletrônico, orçados em aproximadamente R$ 120 mil.

Com informações da PJF.