• Assinantes
  • Esporte

    Atleta Eberth Silva sonha em disputar Olimpíadas pelo Brasil

    Vencedor do Ranking de Corridas Rústicas em 2014 e atual vice-líder, atleta quer melhorar marca de 2014 na São Silvestre

    Lucas Soares
    Repórter
    30/08/2015
    eberth

    Ele tem apenas 23 anos e já venceu o Ranking de Corridas Rústicas de Juiz de Fora em 2014, mas o velocista Eberth da Silva Silvério quer mais: sonha em disputar uma Olimpíadas defendendo as cores do Brasil.

    A história de amor com a corrida começou na adolescência, e por um acaso, quando ele tinha 16 anos. Enquanto jogava futebol, o treinador se irritou e gritou com Eberth e ele se sentiu desrespeitado com a atitude. "Fiquei bem triste na época, mas agradeço muito, pois foi aí que conheci o atletismo", conta.

    A partir dali, começaram as competições profissionais e a responsabilidade de levar a sério uma modalidade que vem crescendo a cada dia no país, sempre baseada num sonho. "Eu encaro com bastante naturalidade essa responsabilidade. Tenho um objetivo futuro que é representar o Brasil em uma Olimpíada e procuro me dedicar o máximo para isso acontecer, mas sem muita cobrança, para o resultados chegarem naturalmente", revela.

    Apesar de não se cobrar em função dos resultados, o atleta tem consciência de que só alcançará os objetivos se treinar com dedicação total. "Nos últimos meses vinha fazendo um trabalho com um pouco mais de volume para recuperar o primeiro semestre, que competi bastante e consegui bons resultados. A meta agora é voltar a fazer um trabalho mais específico e tenta melhorar", garante.

    eberth eberth

    São Silvestre

    A São Silvestre, corrida de rua mais tradicional do Brasil, é considerada o auge da carreira do atleta. Apesar de ter concluído na 24ª colocação, Eberth sabe que pode mais. "Para mim, todos as provas são marcantes. Mas foi algo fora do comum quando completei a São Silvestre ano passado. Fui 24º geral, mas sei que posso fazer melhor do que isso", diz.

    Futuro

    Além de fazer planos para o futuro imediato, o corredor analisa o cenário do atletismo no Brasil e projeta dias melhores. "As provas, não só em Juiz de Fora mas em todo país, vêm crescendo muito. Considero legal ter novas estruturas e novos desafios a cada competição. Espero que continue assim para atender melhor os participantes, já que o atletismo no país é muito difícil de conseguir apoio, mesmo sendo profissionais. Felizmente, pra mim, não tenho nada a reclamar quanto a isso. A Consultoria Vidativa / Fripai / Fullife / Skechers acreditam no meu trabalho e, graças a Deus, venho conseguindo retribuir com bons desempenhos", conclui.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.