Juiz de Fora - MG

Terça-feira, 29 de março de 2016, atualizada às 10h59

JF Vôlei vence UPIS Brasília e permanece na Superliga na quarta, contra Maringá

foto

O Juiz de Fora Vôlei começou a seletiva com vitória. Na noite desta segunda-feira, 28 de março, os juiz-foranos bateram o Vôlei UPIS, de Brasília, por três sets a zero, com parciais de 25x17, 25x15 e 25x23. Nesta terça os brasilienses pegam o Maringá, às 19h30. Na quarta-feira, os paranaenses são os adversários do JF Vôlei, no mesmo horário, fechando a disputa.

A escalação inicial foi: Mauricio (levantador), Thiago Maciel (oposto), Djalma e Zóio (ponteiros), Diego e Igor (centrais) e Tatinho (líbero). Também jogaram o levantador Felipe Hernandez, o oposto Leandrão, o central Ninão e o líbero Fabio Paes, usado na posição de ponteiro.

Zóio ressaltou a tranquilidade da equipe para suportar a pressão criada pelo saque adversário: "O jogo começou tranquilo, mas, depois, o time deles passou a forçar. Conseguimos segurar na recepção e resolver nas bolas altas. Foi uma vitória muito importante para aumentar a nossa moral, mas apenas o primeiro passo. Na quarta, é vida ou morte. Vamos fazer de tudo para sair com a vitória e manter o time na elite".

Felipe Hernandez, levantador, também destacou a capacidade do grupo de manter-se tranquilo durante todo o jogo, o que não vinha ocorrendo com frequência ao longo da temporada: "Foi um jogo muito produtivo. Conseguimos jogar soltos, relaxados, e o jogo fluiu, o que não acontecia na Superliga. Foi uma boa experiência e vai servir como motivação. Durante o ano, fizemos dois jogos contra Maringá, vencendo um e perdendo o outro. Com certeza vai ser um jogo duro, mas temos grandes possibilidades de manter a nossa vaga".

Mantendo o tom de seus atletas, Alessandro Fadul elogiou o porte do time. O treinador vê os jogadores preparados para a "final" de quarta-feira: "A gente conseguiu errar pouco durante o jogo. Também impusemos um bom ritmo de saque, o que facilitou nossas transições defensivas. A equipe está de parabéns pela postura - pressionamos o adversário do início ao fim. Entrar em quadra hoje também serviu para ficarmos menos ansiosos. Não temos dúvidas de que será um confronto duro contra Maringá, mas o grupo está consciente e concentrado. Nosso principal objetivo, desde quando começamos a temporada, é manter a nossa vaga. E agora temos apenas um jogo nos separando disso".


Com informações da Assessoria

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.