• Assinantes
  • Autenticação
  • Campeonato Mineiro

    Tupi x Atlético: Um jogo de muitos tabus A "briga de galos" promete reviver o passado e levantar poeira no Municipal

    Guilherme Oliveira
    *Colaboração
    24/01/2007

    Recordar é viver. No futebol, essa frase tem o poder de invocar glórias, tragédias, vitórias, lágrimas. Quando Tupi e Atlético Mineiro se encontrarem no Estádio Radialista Mário Helênio, no próximo domingo, dia 28 de janeiro, estarão frente a frente dois alvinegros, dois "Galos" que vão escrever mais uma página desse confronto. Uma "briga de galo", legítima, em que o terreiro onde se disputa faz toda a diferença.

    No confronto entre as duas equipes a vantagem é Atleticana. Foram 30 vitórias, 10 empates e 11 vitórias do Tupi. O Galo da capital marcou 90 gols e o Carijó, 45. Apesar da desvantagem, o torcedor do Tupi, o mais supersticioso talvez, consiga ver uma vantagem em meio a tantos números. Qual? Ser o dono do terreiro no jogo de domingo.

    Apesar de um empate (1 x 1) e uma vitória do Atlético, 1 x 0, (que quebrou um tabu de oito anos) nos dois últimos confrontos na cidade, a história mostra outras tendências.

    Jogo entre Tupi e Atlético Mineiro

    Nos jogos da década de 80, quando o Tupi era figurinha certa nos álbuns do Campeonato Mineiro da primeira divisão, marcam a supremacia do time do interior.

    Naquela época, as duas equipes se enfrentaram em quase todos os anos e o respeito pela casa do adversário era evidente. No Mineirão, vitória certa do Atlético. Em Juiz de Fora, vitória ou empate do Tupi.

    De 1984 a 1990 só deu Tupi em Juiz de Fora. A escrita começou em 1984, com a vitória por
    2 x 1 de virada, no Salles de Oliveira. Com dois gols de Nequinha tinha início o longo jejum atleticano em terras juizforanas. Na época o treinador do Tupi era Augusto Clemente. "Aquele foi um jogo de briga praticamente, aguerrido. Estava 1 a 0 para o Atlético e no final do jogo viramos. Após o jogo eu lembro que o Angela Maria (torcedor folclórico) deu um chute no Éder, deu polícia e tudo. Depois o Éder virou e jogou ele longe", lembra o atual supervisor do Estádio Municipal.

    Na história dos confrontos entre Atlético Mineiro e Tupi. O Galo da capital soma 30 vitórias, foram 10 empates e 11 vitórias do Tupi. O Atlético marcou 90 gols e o Galo Carijó, 45.

    Antes de se iniciar a escrita, em 1982, o Atlético Mineiro venceu o Tupi em Juiz de Fora pelo placar de 2 a 0, com gols de Éder e Bira. De lá para cá, foram muitos os insucessos do time da capital, sendo o Tupi a pedra no sapato, conquistando vitórias mesmo em situações adversas e arrancando empates nos minutos finais.

    Durante o período áureo do Tupi no confronto dentro de casa, os estádios Salles de Oliveira, Procópio Teixeira e o Municipal eram os "terreiros' do Galo Carijó, onde a supremacia Atleticana sempre encontrou obstáculos. Foram 5 vitórias, 5 empates e uma derrota, em 1992, com gol de Ryuler, quebrando o tabu.

    Com tantas histórias, o confronto foi perdendo um pouco da rivalidade por causa da ausência do Tupi nos campeonatos da década de 90 e fez com que os torcedores mais novos não sentissem o gostinho do confronto. O longo período sem confrontos criou uma nova escrita. O Tupi venceu pela última vez no dia 15 de abril de 1990, gol de Pitita, no Salles de Oliveira.

    Ficha técnica

    Data: 15 de abril de 1990

    Local: Estádio Salles de Oliveira, Juiz de Fora - MG

    Renda e público: Cr$ 193.100,00 e 2631 pagantes

    Juiz: José chéu da Silva

    Gol: Pitita (Tupi), aos 42 / 1º tempo.

    Tupi: Nélson; Mauro, Eduardo, Cardoso e Evaldo; Gomes, Jordam e Zé Ricardo; Bebeto, Karlyle e Pitita (Charles) Técnico: João Pires


    Atlético Mineiro: Maurício; Carlão, Ryuler, Cléber e Lourenço; Éder Lopes e Marquinho (Altivo) e Edu; Newton, Hílton e Aílton. Técnico: Arthur Bernardes

    *Guilherme Oliveira é estudante de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.