• Assinantes
  • Autenticação
  • Campeonato Mineiro

    Finalização, a dor de cabeça do Tupi Parte da torcida protesta e pede mais empenho de jogadores

    Guilherme Oliveira
    *Colaboração
    01/03/2007

    A má pontaria foi assunto unânime no final da partida.O pênalti perdido, as finalizações sem sucesso. Em seis partidas, foram três pênaltis marcados a favor do Tupi e todos foram desperdiçados.

    O meia Gilson era um dos mais chateados com o resultado e justificou o resultado, até certo ponto negativo, pelas oportunidades não aproveitadas. "Pecamos na finalização. Somamos apenas dois pontos em dois jogos em casa e agora vamos para Belo Horizonte recuperar esses pontos perdidos".

    O goleiro Marcelo se mostrou preocupado. "Numa competição curta como essa, é muita coisa perder quatro pontos em casa. Nossa equipe não jogou mal, criamos várias situações de gol e não conseguimos concluir e isso acaba prejudicando", alertou.

    Já o treinador Tita espera espera contar com mais sorte na próxima partida. "Nós ainda temos cinco jogos, temos que ter tranqüilidade e já pensar no jogo contra o América e tirarmos essa maré de má pontaria", disse.

    Torcida protesta

    Zagueiro João Júnior O elenco do Tupi saiu vaiado, com intensidade de campo, pela primeira vez no campeonato.

    Na entrada dos vestiários, parte da torcida manifestou contra alguns jogadores. Os principais alvos eram o meia Sidnei e o lateral Jean.

    O treinador Tita também teve o trabalho contestado por alguns.

    Para o meia Gílson, a manifestação é normal. "A torcida está reclamando com toda a razão. Temos que trabalhar e recuperar esses pontos", disse Gilson, o último jogador a deixar o gramado.

    *Guilherme Oliveira é estudante de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.