• Assinantes
  • Autenticação
  • Campeonato Mineiro

    Agora, só a vitória interessa Goleada por 6 a 2 deixa Tupi na sétima colocação

    Guilherme Oliveira
    Colaboração
    19/03/2006
    Imagens da

    A derrota para o Cruzeiro por 6 a 2, não era esperada. A torcida carijó que enfrentou quilômetros de viagem até a capital mineira aceitaria o resultado negativo, mas não da forma que aconteceu. Com 11 pontos na tabela, e 7º na classificação, o Tupi continua com chances de avançar para a próxima fase e no próximo domingo enfrenta o Ipatinga, no Municipal. Vencer significa sobreviver, um novo resultado que não seja os três pontos pode representar o adeus à competição.

    O jogo

    No início, a equipe carijó surpreendeu, se impôs no jogo e logo aos 6 minutos abriu o placar com o zagueiro Domingos. Mas bastou a primeira jogada pela direita de ataque cruzeirense para a equipe celeste encontrar o mapa da mina. Todos os quatro gols na etapa inicial surgiram de falhas do lado esquerdo do setor defensivo carijó.

    Perdido em campo, o lateral Vanderlei, que substituía Jean, não conseguiu conter os fortes avanços do lateral Gabriel e a zaga foi totalmente envolvida por Marcinho e pela rapidez de Araújo. Geovanni, aos 10, empatou a partida. Marcinho, aos 17 e 25 ampliou a vantagem cruzeirense e Araújo, aos 35, liquidou a fatura ainda na etapa inicial.

    O Tupi até que tentou e perdeu boas oportunidades, principalmente com Sidnei que por duas vezes esteve na cara do gol mas não alcançou sucesso. As ausências de Johnny, Geraldo, Jean e Leandro Guerreiro foram visivelmente sentidas pela equipe, que voltou para a etapa final sem a mesma disposição inicial do primeiro tempo.

    No segundo tempo a história não mudou muito. Aos 17 minutos, Nenê fez o quinto. O zagueiro César chegou a descontar para equipe juizforana aos 22, mas a reação parou por aí. O treinador Zé Luis colocou o time mais para frente, substituindo Chicão por Juninho, mas não tinha muito o que fazer e o galo carijó ainda sofreu o sexto gol aos 35, novamente marcado por Nenê.

    Ficha técnica

    Data: 18 de março 2007

    Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte - MG

    Juiz: Ricardo Marques Ribeiro

    Cartões: Amarelos: Marcinho (Cruzeiro) e Nenê ( Cruzeiro ; Gilson (Tupi)

    Gols: Domingos (0-1), aos 6 / 1º tempo, Geovanni (1-1), aos 10 / 1º tempo, Marcinho (2-1) aos 17 / 1º tempo, Marcinho (3-1) aos 25 / 1º tempo, Araújo (4-1) aos 35 / 1º tempo, Nenê (5-1) aos 17 / 2º tempo, César (5-2) aos 22 / 2º tempo, Nenê (6-2) aos 35 / 2º tempo,

    Cruzeiro: Fábio; Gabriel, Luizão, Gladstone (Fellype Gabriel) e Fábio Santos; Renan (Sandro), Léo Silva, Marcinho e Geovanni (Thiago Heleno); Araújo e Nenê Técnico: Paulo Autuori

    Tupi: Marcelo Cruz; Santos, César, Domingos e Wanderley; Júnior Negão, Gilson, Chicão (Juninho) e Sidnei; Felipe (Wesley) e Allan Técnico: Zé Luís


    *Guilherme Oliveira é estudante de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.