• Assinantes
  • Autenticação
  • Campeonato Mineiro

    Tupi busca a vitória no desespero do adversário Leandro Guerreiro pede chance na equipe titular

    Guilherme Oliveira
    Colaboração
    28/03/2006

    O jogo entre Tupi e Caldense, no próximo domingo, dia 1º de abril, em Poços de Caldas, vai colocar frente a frente duas equipes que lutam por situações opostas. Em caso de vitória carijó, a classificação para a semifinal estará muito próxima. Em caso de mais uma derrota da Caldense, o calvário da segunda divisão vai estar mais perto.

    Nesse jogo de opostos, vencer é a única palavra que pode ser pronunciada pelos elencos das duas equipes. No Tupi, uma carta na manga: vencer em cima do desespero do adversário e voltar do Sul de Minas ainda mais forte para o jogo decisivo contra o Rio Branco no Municipal.

    Para o meio campo Gílson, que pode voltar a equipe titular após cumprir suspensão por cartão amarelo, além de jogar no desespero do adversário, está em jogo a continuidade do trabalho para o restante do ano com a garantia da disputa da série C do Brasileiro.

    "Para não dependermos de ninguém temos que vencer. Vamos empolgados contra a Caldense depois da vitória contra o Ipatinga. É aproveitar o momento ruim deles e sair com a vitória, precisamos garantir o nosso emprego", diz o meia.

    Juiz sai de campo Para esse jogo, quem pede uma chance no time titular é Leandro Guerreiro (foto). Ele, que iniciou apenas duas partidas como titular, é o artilheiro da equipe na competição com quatro gols. "Eu acho que mereço. É legal entrar na etapa final e conseguir fazer os gols, mas procuro ser titular, jogar um tempo maior. Todos estão buscando a titularidade, quem sabe não surge um lugarzinho para mim", brinca o artilheiro, que acredita que com mais quatro pontos o Tupi assegura a vaga para as finais.

    O desespero do adversário pode ser mesmo um trunfo. A Caldense que está há seis jogos sem vencer - a última vitória aconteceu contra o América, no dia 31 de janeiro - soma 9 pontos, um a mais que o Ituiutaba que é o penúltimo colocado e hoje estaria rebaixado. Após o confronto contra o coelho, foram três empates em seqüência por 1 a 1 e três derrotas, sendo duas em casa, para Guarani e Democrata SL.

    Para o treinador Zé Luis, toda atenção é importante para esse confronto e pede tranqüilidade ao elenco para o confronto. "Precisamos ter calma, vamos jogar fora contra uma equipe tradicional. Com duas vitórias é praticamente certa a nossa classificação", alerta o treinador que ainda não definiu a equipe que joga no domingo.

    *Guilherme Oliveira é estudante de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.