Aprenda a desenhar um elefantinhoCom lápis, borracha, papel e compasso, é fácil fazer o desenho. O desenhista Wagner Hansen dá as dicas para ficar mais bonito

7/10/2011
Elefante

Ele é orelhudo, tem uma tromba enorme e belas presas de marfim. É claro que estamos falando do elefante: aquele animal grandão, pesado e que morre de medo de rato. Com o Portal ACESSA.com, você aprendeu a desenhar uma coruja, um gato, um polvo e uma arara. Dessa vez, o desenhista Wagner Hansen ensina a desenhar um elefantinho, usando lápis, borracha, papel e compasso.

Os materiais para desenhar o cartoon são fáceis de fáceis de encontrar. Abaixo, seguem algumas dicas  sobre cada objeto.

Lápis: está disponível nas mais variadas formas, desde o mais duro até o mais macio. O grafite mais duro tem uma vida útil mais longa e deixa menos resíduos no papel. Já o mais macio deixa mais resíduos e tem a tendência a acabar mais rápido que os outros.

Borracha: existe uma grande variedade de borrachas no mercado e pode ser encontrada em qualquer papelaria por ser um material de valor acessível. A borracha branca é a mais usada por ser a mais delicada, além de não esfarelar.

Papel: os mais utilizados são o papel canson e o popular sulfite.

Compasso: muito utilizado para obter círculos perfeitos. Para iniciação, você pode optar por modelos mais simples.

Introdução

Para dar os primeiros passos nesse mundo fantástico do cartoon, que tal começar com alguns rabiscos? Segundo Wagner, eles vão estimular seu potencial criativo. A dica é pegar algumas folhas de papel e fazer todo tipo de rabisco que vier à sua cabeça. "Vale tudo, não há limites", lembra o desenhista. Use as formas abaixo como exemplos:

Imagem de linhas

Formas básicas

A maioria dos cartoons pode ser desenhada pela combinação de formas já conhecidas. "Repita quantas vezes forem necessárias. Assim, elas serão desenhadas com mais rapidez e perfeição."

Ilustração de elementos geométricosPasso a passo

Agora que você está preparado, é só começar desenhando dois círculos feitos com compasso: um pequeno e um maior, por cima do outro. A partir dos círculos, com um lápis e a borracha, vá seguindo os passos, como indicado nas figuras abaixo. Depois que terminar tudo, lembre-se de reforçar os traços e apagar os círculos desenhados inicialmente com o compasso. Você pode colorir seu elefante da cor que você preferir. Boa diversão!

Passo a passo da elefante

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.