• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia
    O amor também está na Net
    Além da tecnologia que a internet trouxe para o nosso dia-a-dia, ela ainda pode ser usada para aproximar e até casar as pessoas!

    Djenane Pimentel
    22/12/04

    Clique no ícone ao lado e veja as dicas para se dar bem no mundo virtual e conseguir um (a) namorado (a)!

    Leia!

    foto ilustração O e-mail substituiu as cartas e correios. Revistas, jornais e livros agora estão digitalizados e disponíveis na Net, poupando-nos tempo e dinheiro. Uma ferramenta de pesquisa nos mostra assuntos que nos interessam, sem que precisemos mais de bibliotecas. Além disso, ainda existe fórum de discussão, envolvendo o mundo todo em certas polêmicas; cursos virtuais gratuitos; sites de inscrição para concursos (que podem acontecer do outro lado do país, sem que você tenha que ir lá para se inscrever); provas interativas; sites de compras via web; cadastro de currículos para empregos.... Não bastasse toda esta tecnologia, a internet ainda pode ser usada para aproximar e até casar as pessoas! Não é demais?

    foto ilustração Par Perfeito, Almas Gêmeas, Namoro on Line, Amor na Web, Cupido.net. Hoje, há uma centena de sites de relacionamentos no país, onde milhões de brasileiros "perambulam" à procura de alguém para se relacionar. Só o Par Perfeito contabiliza mais de cinco milhões de perfis. O Almas Gêmeas tem exatamente 1.088.188 pessoas cadastradas (hoje, amanhã pode ser mais). O serviço, aliás, tornou-se pago desde 23 de abril de 2004.

    Namoro Virtual X Namoro Real
    Muitas vezes, o motivo de usar o computador para se aproximar dos outros se deve à timidez e ao isolamento. Mas o que ninguém pode esquecer é que há chances de se dar bem ou mal, e que, na verdade, a internet, no que se refere à relacionamentos, é mesmo uma loteria. Alguns podem acabar encontrando o grande prêmio - um bom namorado, ao final. Mas outros, não.

    Raquel e Alan A estudante de fonoaudiologia, Raquel Freguglia, encontrou o namorado, Alan Luiz, numa sala de bate-papo. Após conversarem bastante na internet, trocaram telefones e ele ligou. Depois de três dias conversando pelo telefone, combinaram de se conhecer pessoalmente. Ele parecia ansioso e pediu para passar na frente da casa dela para conhecê-la. Ela concordou. Quando se viram, parecia que já se conheciam há tempos. "Ele passou de moto na minha casa e eu gostei dele na hora. Mas, achei ele meio doidão, por causa da moto", brinca Raquel.

    Naquele mesmo dia, eles marcaram de se ver mais tarde, para se conhecerem melhor. O primeiro encontro aconteceu perto do Alameda. Pegaram um cineminha e foram a um barzinho. Isso foi em 2002... e o casal continua junto e feliz até hoje!

    Nascidos um para o outro e unidos pela Net
    Luciane e Isaías Os sites de relacionamentos não são o único meio de se achar um amor ou uma amizade nem substituem a paquera do dia-a-dia. Mas podem dar uma mãozinha, como aconteceu com a jornalista Luciane Lisboa e seu namorado, Isaías de Sousa Júnior.

    Em novembro de 2002, a jornalista, que havia terminado um namoro de quatro anos, resolveu experimentar se cadastrar no site Par Perfeito, meio que por brincadeira. Isaías malhava na mesma academia que Luciane, e os dois conversavam bastante, mas ela não sabia que ele estava a fim dela. Quando contou para ele que havia se cadastrado no site de relacionamentos, ele imediatamente também se cadastrou e começou a mandar mensagens para ela, sem que ela soubesse quem era. A brincadeira durou quase um mês. Isaías resolveu se declarar e a convidou para jantar. A partir daí, começaram a namorar. Hoje, eles estão noivos e pretendem se casar no ano que vem.

    O sucesso desses dois exemplos pode, de fato, encorajar muita gente a se aventurar pela Net à procura do príncipe encantado. Mas, todos devem saber que as chances de cair do cavalo também são grandes.

    foto ilustração Conhecer alguém pela internet pode ser interessante, desde que os dois estejam na mesma sintonia, querendo as mesmas coisas (mesmo que seja somente uma amizade), pois assim, os dois serão sinceros no que vão dizer de si mesmos. Até aí, tudo bem.

    O problema surge quando a pessoa só tenta (ou sabe) se relacionar virtualmente (sem conhecer pessoalmente o outro, sem contato físico nenhum). Isto pode demonstrar uma dificuldade mais séria, um medo e incapacidade de enfrentar e conviver com o outro. É importante saber que a troca de experiências, o convívio, a conversa e o toque são essenciais em um relacionamento.

    Clique aqui e veja as dicas para se dar bem
    no mundo virtual (e depois, no real!)

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.