Mosaico Técnica milenar pode decorar vários objetos
Aprenda a fazer um porta retrato!

Ana Luisa Damasceno
18/12/2003

Um trabalho de paciência, criatividade e harmonia. É assim que a artesã Juçara Ribeiro define o trabalho com mosaico. Para quem não conhece a técnica, trata-se de uma espécie de montagem, com pequenos retalhos de azulejo, que formam desenhos em vários objetos.

Os mais comuns são de decoração, como porta-retratos, caixas e até bandejas. Mas alguns decoradores já usam o mosaico em enfeites de parede e até em vigas.

"A técnica é simples, mas exige muita atenção e, principalmente, paciência", explica Juçara. A artesã descobriu o mosaico há três anos e é uma autodidata. "Aprendi fazendo mesmo, e procurei ler bastante sobre o tema".

Os mosaicos mais conhecidos usam azulejos, mas pastilhas de vidro, de cerâmica, pedras e cacos de louças também podem ser utilizados para compor os desenhos.

A técnica do mosaico é muito antiga. Os primeiros registros datam do Império Romano, no primeiro século depois de Cristo e em Constantinopla, no século VI. O mais antigo mosaico do mundo foi construído na Mesopotâmia, onde hoje fica o Iraque. Os egípcios também conheceram esse tipo de arte e decoravam paredes, objetos e até jóias com mosaicos.

A artesã Juçara Ribeiro ensinou como fazer um porta-retrato. Veja o passo-a-passo! Você vai gastar, em média*, R$ 7 no material e pode revender o porta-retrato por até R$ 15.

Para fazer um porta-retrato você vai precisar de:

2 azulejos específicos para mosaico
1 porta-retrato de madeira (sem verniz)
tinta látex branca e cola branca à base de PVA

1 martelo
massa para rejuntar
água

Quebre o azulejo com o martelo. Aproveite os cantos do azulejo, que são retos, para os cantos do porta-retrato. Para colar o azulejo na madeira, use a cola branca. Para facilidar o trabalho, espalhe a cola com um palito.

Depois, quebre a bordas do segundo azulejo, e use as partes retas para fazer a borda interior do porta-retrato. Você vai ficar com um vão no meio do porta-retrato. Para preencher essa parte, corte o que restou do azulejo em pedaços bem pequenos. Uma dica: preencha o máximo que puder.

Quando esse trabalho estiver terminado, deixe sua peça secando por uma hora. Quando o tempo terminar, faça o rejunte. Junte a massa com um pouco de água. Juçara Ribeiro usa a seguinte proporção: a cada três colheres de rejunte, use uma colher de água. A consistência da massa deve ser de creme. Aplique o rejunte em todo o porta-retrato, inclusive nas bordas de fora. Passe um pano para tirar o excesso.

Agora só falta o acabamento. Use a tinta branca para cobrir a madeira que ainda resta nas bordas. Não se esqueça de cobrir também o fundo do porta-retrato. Pronto! Agora que você aprendeu a técnica do mosaico pode usa-la em vários outros objetos. Veja os exemplos!

* preço pesquisado em Juiz de Fora em dezembro de 2003

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.