Já escolheu a sua fantasia? Tendências para este ano são amarelo, vermelho,
verde e os clássicos prata e ouro
Veja também dicas para crianças

Fernanda Monteiro
12/02/2004

Os estilistas Fernando e Anderson falam sobre a criação das fantasias e Ribeiro dá dicas de como criar a sua.

Ouça! Ouça! Fotos

Imagem: tiptaptoop blogger Realizar um sonho por alguns minutos, ser livre atrás das máscaras, criar, fantasiar... Como o professor e diretor de teatro, José Luiz Ribeiro, diz "dentro da teoria da festa, carnaval é o elemento do contrário, do que não é do cotidiano. A fantasia é a possibilidade que a festa te dá de ser o que você não é por alguns momentos".

A fantasia surge nos bailes dos nobres venezianos na época do Resnascimento. Eles utilizavam os trajes para resgatar figuras mitológicas. No Brasil, os italianos do início do século XX, relembram figuras do teatro em seus bailes. Daí vêm o arlequim, a colombina e o pierrô.

José Luiz Ribeiro Mais tarde, a fantasia ganha as ruas nas versões para grupos. A baiana e os passistas malandros caracterizam os blocos e as primeiras escolas de samba. "Com o triunfo do carnaval-espetáculo das escolas cariocas, os desfiles agregam elementos das artes plásticas e do teatro", completa Ribeiro.

Os famosos concursos de fantasias vão migrando para bailes gays. "Com as Drags Queens, a fantasia da festa passa para o cotidiano". Os bailes de carnaval em Juiz de Fora vão sumindo (Leia a matéria!). O calor faz o comprimento das vestimentas diminuir. "A contemporaneidade tornou a fantasia burocrática. Tem que ter ornamento na cabeça, roupas sensuais como a de banho, o esplendor, enfeite nos pés...", avalia o professor.

Criando fantasias

Fernando Matias É justamente para tentar fugir desta padronização que os estilistas Anderson José Luiz e Fernando Matias procuram puxar do cliente algum detalhe pessoal para trabalhar em cima.

"Primeiro a gente procura saber qual a finalidade da fantasia. O tipo de evento, o público que vai estar lá. Depois, procuramos ver as preferências da pessoa. A gente procura puxar aquele desejo que está escondido, que a pessoa tem vergonha de assumir, às vezes. Daí a pessoa se solta e acaba criando a fantasia junto com a gente", explica Matias.

E Anderson José Luiz completa: "A gente tem que fazer a coisa de coração, tem que gostar do que está fazendo".

Tendências de 2004

Anderson José Luiz Há cinco anos, Anderson José Luiz trabalha com destaques e fantasias de luxo. O estilista conta que as cores de 2004 são o amarelo, o vermelho, o verde e os clássicos prata e ouro. E se você é daqueles que estão de mal com a balança, ele manda um recado: o peso da pessoa não interfere na beleza da fantasia.

Tudo é permitido para homens, mulheres e crianças. O preço das fantasias completas variam entre R$ 50 a R$ 3.500 e podem pesar até 20 quilos. Quanto ao modelo, é José Luiz Ribeiro quem dá a dica: "pense na sua fantasia, no seu sonho. E procure usar algo que aguente chegar ao final da festa sem despencar".

Aluguel

Se você estiver sem idéia para criar seu traje e sem dinheiro para mandar fazer, uma boa opção é o aluguel. Existem fantasias completas a partir de R$ 15. A artista plástica Solange Vianna Belan, proprietária de loja de aluguel de fantasias, conta que o que mais sai são as de índio, havaina, melindrosa e odalisca. Mas você pode ousar misturar adereços ou se inspirar em personagens do cinema. A ACESSA.com preparou uma galeira de fotos com algumas sugestões. Para ver, clique aqui.

Fotos:
Arco da Velha Fotos:
Arco da Velha Fotos:
Arco da Velha Fotos:
Arco da Velha

Agradecimentos: Natassha Daccache, Josiane Xavier e Larissa Cordeiro Vaz de Magalhães
(modelos da nossa galeria de fotos)

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.