• Assinantes
  • Mulher

    Menos é mais na moda para bailes de formatura Saber valorizar o que você tem de melhor e ter bom senso na hora de escolher o modelito são as dicas para você arrasar na hora do baile

    Marinella Souza
    *Colaboração
    09/12/2008

    O baile de formatura é o momento mais importante da vida de uma pessoa. Para as mulheres isso tem uma conotação ainda mais especial. Além de toda a emoção do momento, há de se pensar em roupa, maquiagem, cabelo, sapato...ufa!

    São tantas decisões que, normalmente, a formanda não sabe por onde começar. Sem contar no festival de pitacos. É amiga, mãe, tia, irmã, todo mundo dando mil e uma opiniões que quase nunca correspondem ao que você tinha em mente.

    Para tentar ajudar você a resolver esse dilema, a equipe do portal ACESSA.com foi às ruas em busca de dicas de quem mais entende, para fazer você brilhar nessa noite especial.

    Proprietária de uma loja de roupas de festa, Tina Lopes dá um conselho que pode te libertar: "não existe moda quando o assunto é vestido de festa". Isso mesmo! A especialista garante que a única lei imutável é a necessidade do longo, seja a formanda alta, baixa, gorda ou magra.

    "É mais por uma questão de tradição. O longo é mais elegante e adequado para um traje de gala", explica. Para ir com um vestido curto à sua festa de formatura, Tina orienta que é preciso ousar em alguma coisa. "Você tem que se destacar. Um tubinho básico vai te deixar igual a uma convidada normal", diz.

    Tecidos e cores

    Se você já tem o modelo dos seus sonhos bem definido, mas não tem a menor idéia de que tecido usar, Tina comenta que, atualmente, estão em alta o tafetá e a seda pura, para as formandas. Já o cetim, é mais utilizado pelas convidadas.

    Quanto às cores, o que vale mesmo é o gosto de cada uma. Mais uma vez não há regras, no entanto, preto e muito brilho estão em baixa nessa estação. "Não se usa mais aquele vestido bordadão. Os detalhes estão mais valorizados", argumenta.

    Foto de vstido roxo com detalhe de flor no busto Foto de vestido tomara-que-caia bege

    Roxo, verde e bege são os hits dos grandes centros, mas, em Juiz de Fora, Tina revela que o bege ainda encontra certa resistência. "As pessoas têm um certo preconceito, o que é uma pena porque uma pele bem morena com um vestido bege longo fica alinhadíssima!", instiga.

    O vermelho também é uma cor que sempre tem espaço entre as clientes de Tina. Em especial, os tons mais fechados como bordot. O prata é uma cor bonita, mas nas loiras, segundo Tina, não fica muito bem, "porque fica muito apagado." Já numa pele bem branca, fica perfeito, assim como o uva e o bordot.

    Foto da frente de vestido lilás Foto das costas de vestido lilás

    As morenas podem abusar das cores fortes também. Verde, dourado, amarelo e rosa pink vão dar um contraste muito bonito, e deixá-las arrasando na pista de dança.

    Algumas dicas de modelos

    Em primeiro lugar, é preciso ter bom senso e saber equilibrar o modelo e a cor do vestido com o penteado, a maquiagem e a bijuteria para não ficar muito over. Com isso em mente, é bom conhecer algumas dicas especiais sobre o seu tipo de corpo, o que afasta a possibilidade de erro, garantindo charme, elegância e conforto.

    Para as mais gordinhas, um decote bonito vai valorizar o busto e tirar a evidência do resto do corpo, que não está muito legal. Ah, e o salto alto é imprescindível para deixar a formanda ainda mais elegante.

    É importante lembrar que decote no busto inviabiliza decotes exagerados nas costas e fendas nas laterais. Isso vale para todos os tipos de corpo. Para as muito baixas, ainda há um agravante: decotes muito profundos nas costas achatam ainda mais a silhueta.

    Foto de vestido verde com detalhes Foto de vestido verde garrafa com decote

    Se você tem muito busto, descarte o tomara-que-caia, porque não vai ficar legal. Para as formandas com busto pequeno ou médio, esse é um modelo muito chique, porém, a especialista adverte. "É muito cafona ficar suspendendo o vestido o tempo todo".

    Para solucionar essa questão, é só fazer uma alça de rolotê, que fica para dentro do vestido e pode ser colocada sobre os ombros na hora em que a festa estiver "bombando". Assim, você não precisa limitar seus movimentos.

    Outro detalhe: o vestido não pode tampar o sapato, ele deve ficar rente ao chão, mas sem arrastar, porque isso não vai te deixar à vontade na hora de dançar a valsa e curtir a festa.

    Um outro truque ensinado por Tina, é fazer um modelo que permita tirar a saia longa, ficando com um tubinho básico. Isso vai te deixar mais à vontade para se acabar na pista de dança, sem ter que fazer gambiarras, como das nós ou pregar alfinetes no seu vestido lindo.

    *Marinella Souza é estudante de Comunicação Social na UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.