Isenção para indústrias que se instalarem em JF Benefício é de dez anos com isenção de IPTU, ISS e ITBI
e vale até o dia 31 de dezembro de 2008



Thiago Werneck
Repórter

As empresas e indústrias que se instalarem em Juiz de Fora até o dia 31 de dezembro de 2008 vão ter isenção do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS/QN) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), durante dez anos.

A lei foi sancionada nesta segunda-feira, dia 17 de setembro, pelo prefeito de Juiz de Fora Alberto Bejani, com o objetivo de atrair indústrias para a cidade. A idéia surgiu ao perceber a situação da vizinha Matias Barbosa. "Lá em Matias eles conseguiram levar grandes indústrias com esse tipo de incentivo. Nós vamos oferecer isenção também do ITBI e, por isso, vamos ficar com um benefício a mais. Além do quê, temos uma infraestrutura e localização estratégica melhor que Matias", destacou o prefeito.

Criação de um pólo tecnológico
Junto com o lançamento da medida de incentivo fiscal, o prefeito destacou que agora está atrás de parcerias para construir em Juiz de Fora um Pólo Tecnológico. "Esperamos o investimento de alguma empresa privada, já que com o poder público não conseguimos nada. Cansei de fazer reuniões com o governo e não chegar a ponto nenhum. Agora busco uma outra alternativa para termos esse pólo tecnológico. A área já temos: em frente ao Parque da Lajinha de 30 mil metros quadrados", explica.

Foto de leite Segundo Bejani, as negociações já estão abertas com uma grande empresa do país. "Neste pólo tecnológico cabem 30 empresas e não vou mais esperar o apoio do estado e da UFJF. As negociações estão em andamento, mas não posso revelar o nome da empresa. Só posso dizer que ela é do setor de telefonia, tanto do setor fixo quanto móvel",revelou.

Para conseguir o isenção fiscal a empresa deve entrar em contato com a Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Juiz de Fora. Quem explica o procedimento é o secretário da pasta, Ricardo Luiz Monteiro Francisco (foto acima). "O empresário vai nos procurar e vamos averiguar qual o melhor lugar para ele instalar sua empresa", revela.

A área do Parque Tecnológico e dos bairros Milho Branco e Industrial têm preferência, mas de acordo com Ricardo não há nada definido. "Se o empresário tiver interesse, vamos atrás de uma área na cidade onde ele possa implantar seu negócio", relata. De acordo com o Secretário, vão ser avaliados os benefício para comunidade. As indústrias e empresas de todos os segmentos podem receber o incentivo, desde que respeitem as normas da legislação.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.