Carolina Lopes Carolina Lopes 14/10/2013

Como controlar os gastos e consumir sem culpa

negocioManter as contas em dia, comprar roupas e acessórios da moda e, consequentemente, ter uma vida sem estresse é um desejo de muitos e até mesmo um sonho de alguns que julgam quase que impossível sair do vermelho. O primeiro passo é reconhecer que a situação precisa ser mudada e acreditar que isso é possível sim!

É essencial um planejamento financeiro para equilibrar todas as despesas e ganhos mensais, e esta não é uma ferramenta apenas para quem tem uma renda elevada. Ao contrário do que muitos pensam, é uma tarefa extremamente necessária para quem ganha um salário mínimo. Desculpas típicas para não planejar como: "o tempo é curto" e "ninguém sabe o dia de amanhã" só tende a agravar a situação.

Não há uma fórmula ideal para manter um orçamento doméstico, mas para evitar o descontrole financeiro e consumir sem culpa, veja 10 dicas básicas:

1 - Planeje-se! Existem basicamente duas formas de sobrar dinheiro no fim do mês: diminuir os gastos ou aumentar a renda, ou seja, sem planejamento essa dica não funciona.

2 - Elabore uma lista com todas as suas despesas e todo mês veja o que é possível eliminar, como, por exemplo, gastos considerados supérfluos.

3 - Estabeleça metas para fazer novas aquisições, esta é uma maneira de motivar a fazer uma economia mensal para alcançar seus sonhos e objetivos.

4 - Não gaste mais do que 20% do seu salário para pagar prestações. Lembre-se: Os juros podem nos favorecer se conseguirmos abrir mão de um consumo atual para um consumo no futuro.

5 - Faça uma lista de compras antes de sair de casa para ir ao supermercado e siga à risca, desta forma você poderá evitar gastos desnecessários.

6 - Antes de usar o cartão de crédito, calcule as taxas de juros, pois só assim você será capaz de discernir se vale a pena comprar ou não naquele momento.

7 - Poupe! Reserve 10% dos ganhos mensais para a poupança. Sim! Poupança! Ela não é uma forma antiquada de se ter uma reserva financeira. Antes de investir em um fundo de renda fixa ou até mesmo no mercado de ações, considerado de alto risco, mantenha um dinheiro disponível para uma eventual emergência.

8 - Cheque especial não é complemento de renda familiar, ou seja, evite usar, pois suas taxas são altíssimas.

9 - Torne o ato de anotar seus gastos diários, um hábito rotineiro. No início pode parecer difícil ou até mesmo impossível, mas com esforço e dedicação cada dia pode ser melhor do que o anterior!

10 - E o lazer? Não podemos deixar de nos presentear após tanto planejamento, não é mesmo? Então curta os prazeres que a vida tem a lhe oferecer e reserve 20% para gastar da forma que quiser!


Carolina Lopes é Mestranda em Economia Empresarial, graduada em Administração e Ciências Contábeis com MBA em Finanças. Especialista em Docência para Educação Profissional. Professora do Curso Superior de Ciências Contábeis e do Curso Técnico em Administração na Fundação Educacional Machado Sobrinho. Atua como Consultora Empresarial realizando projetos de Assessoria Financeira; Avaliação de Empresas; Implantação de Controles Financeiros Básico; Planejamento Financeiro; Plano de Negócios; Projetos de Financiamento; Reestruturação Financeira e Viabilidade de Negócio. Ministra Palestras e Treinamentos com temáticas voltadas para gestão de negócios.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.