Organizar casamentos é um bom negócio
Empresas de JF realizam uma média de oito festas por mês

Deborah Moratori
06/05/03

Vestido, padrinhos, bolo, música, pagens e damas, a recepção, o buquê. Detalhes, detalhes e mais detalhes... Com tanta coisa para resolver fica difícil de entender como uma noiva pode chegar deslumbrante e feliz ao altar no dia "D".

Pense no transtorno que o atraso dos músicos pode causar. E se o fotógrafo não aparecer? Acabou a água mineral. Chorar não adianta... É para evitar esses e outros imprevistos que existem as empresas que organizam a cerimônia.

"Desde a escolha da igreja, passando pela conferência e organização dos casais de padrinhos até os mínimos detalhes da festa", esses são apenas alguns dos serviços disponíveis pela a indústria do casamento, como explica a proprietária da Top Fashion Eventos, Alessandra Pasqualini.

Mina de ouro
A rede de serviços e negócios que gira em torno dessas cerimônias é assustadora: são convites, flores, maquiagem, alianças... Mais de 30 segmentos da economia entram na festa. Trata-se de um mercado que movimenta mais de R$ 2 bilhões por ano, considerando-se que no Brasil, a cada cinco minutos, sete casais trocam alianças. São aproximadamente 1 milhão e 700 mil casórios por ano, segundo a Expo Noivas & Festas, a maior feira do setor.

"Hoje o carro-chefe da empresa é a organização de cerimônias de casamentos", diz Alessandra, confirmando os dados. "Nós realizamos uma média de oito casamentos por mês. Só este ano, já foram 35 cerimônias".

O número cada vez maior de pombinhos trocando alianças e de detalhes que envolvem as cerimônias fez com que prestadores de serviços para casamentos se reunissem em grupos para facilitar a vida do casal - o Dia da Noiva é um exemplo disso.

Organizadores de festas e cerimoniais são empregadores em potencial. De manicures a confeiteiros, de calígrafos a Djs, decoradores a barmen cuspidores de fogo, a quantidade de profissionais cada vez mais especializados disponíveis no mercado é um indício de um negócio em franca expansão.

Sem dor de cabeça
De acordo com Rafael Karafiol, sócio da Regina Organizações, outra empresa que trabalha com a organização de eventos em Juiz de Fora, "a procura pelo serviço é bem grande". Do guarda-chuva grande que protege a noiva na saída do carro em casamentos em dias chuvosos a serventes de banheiros que conservam os toaletes limpos durante a recepção, tudo está ao alcance dos noivos para garantir o andamento perfeito da ocasião e torná-la inesquecível, não pelos imprevistos.

"Geralmente estão incluídos no cerimonial serviços como a confecção dos convites, a escolha do local do casamento e da recepção, a contratação de buffet, músicos, fotógrafos e cinegrafista, além da escolha do buquê, vestido, sapato, salão de beleza. Isso tudo bem antes do casamento", explica a proprietária da Top Fashion. Mas tudo depende do serviço que a noiva contratou da empresa.

"No dia D, o cerimonial fica responsável pela disponibilização de um motorista, se for o caso, para levar a noiva ao salão de beleza, ao estúdio de fotografia, buscar o buquê..." Enquanto isso, os pais da noiva podem descansar, sem preocupações. "Na hora 'H', além da conferência de todos os profissionais contratados, os cerimonialista montam todo o cortejo", completa Alessandra.

Rafael Karafiol acrescenta que "as recepcionistas orientam os padrinhos na entrada da igreja, ajudam a noiva a sair do carro e sabem a ordem e a música de entrada dos pais, padrinhos, damas e pagens e, por último, da noiva. São elas que dão o sinal positivo para que os músicos trabalhem em sincronia com a entrada do cortejo. E depois da cerimônia fazem a distribuição de bombons e, no caso de recepções mais íntimas, entregam os convites discretamente aos familiares escolhidos pelos noivos". No caso de grandes festas, ele explica que a confirmação de presença - aquele R.S.V.P. (abreviação de responda, por favor em francês) que vem no convite, mas que nem todo mundo sabe o que significa - também é feita pela empresa.

No bolso e na lembrança
Tudo isso tem um preço. A contratação de um cerimonial tem valor a partir de R$ 650. Mas a satisfação de ter uma festa inesquecível não tem preço, garantem os especialistas.

"A contratação de uma empresa tira a total preocupação dos noivos e pais dos noivos. O objetivo da empresa é fazer com que essas pessoas sejam os convidados, aproveitando o máximo da festa", afirma Rafael Karafiol.

Alessandra Pasqualini esclarece que casal e familiares estão envolvidos emocionalmente com o acontecimento. "Pelo profissionalismo, nós temos maior facilidade para negociar a decoração da igreja, por exemplo, o orçamento de fotógrafos, buffets de todos os outros serviços envolvidos".

"A tranqüilidade de um casal que contrata uma empresa para organizar o seu casamento é muito grande, principalmente pela certeza de que tudo vai funcionar, de que tudo vai ser providenciado sem atropelos e sem a necessidade de a família se envolver, porque foi contratado um serviço especializado e que tende cada vez mais a se especializar, pelo sem-número de opções que está à disposição do casal", finaliza a proprietária da Top Fashion, citando decorações e menus temáticos, novidades em coquetéis e canapés, flores para a ornamentação e buquê, novidades apresentadas em grandes feiras e exposições específicas para a cerimônia.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.