Quarta-feira, 31 de março de 2010, atualizada às 19h30

Tarifas de táxi e de água ficarão mais caras a partir de 1º de abril

 Aline Furtado
Repórter

O reajuste das tarifas de táxi e de água passa a valer, em Juiz de Fora, a partir da próxima quinta-feira, 1º de abril. O índice de aumento para os serviços de táxi será de 3,13% e para a tarifa de água de 4,13%.

O reajuste para o serviço de táxi foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte no dia 4 de março. Com o aumento, a bandeirada passa dos atuais R$ 3,20 para R$ 3,30. Em corridas com cobrança da bandeira um, entre 6h e 22h, o valor cobrado por quilômetro sobe para R$ 1,65. Já na bandeira dois, cobrada entre 22h e 6h, passa a custar R$ 1,98. A hora parada sobre para R$ 15,83.

Para o presidente do Sindicato dos Taxistas de Juiz de Fora e região, Aparecido Fagundes da Silva, a categoria esperava um índice maior do que foi aprovado. "Buscamos corrigir a defasagem salarial referente ao ano de 2009. A alteração ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do ano passado, que foi de 4,31%. "Mas o percentual aprovado dará para cobrir gastos com combustível, manutenção e acessórios.

O reajuste desagradou a usuária do serviço de táxi, Rita de Cássia Rodrigues. "Como uso táxis com certa frequência, o aumento, com certeza, vai pesar no bolso." Para a aposentada, Maria de Fátima Fernandes, o reajuste seria justo caso o serviço oferecesse mais qualidade. "Estou há quase dez minutos e não consigo um carro. E ainda fala em aumento? É um absurdo!"

Com relação à tarifa de água, o reajuste anunciado pela Companhia de Saneamento Municipal (Cesama), pretende repor perdas inflacionárias acumuladas entre janeiro a dezembro de 2009. A dona de casa Terezinha do Carmo Esteves, que mora com mais quatro pessoas, acredita que o reajuste vai onerar as contas da família. "São muitos aumentos nesta época do ano. No final, isso faz muita diferença e pesa o nosso bolso."

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

O aumento da tarifa, anunciado pela Companhia de Saneamento Municipal (Cesama), tem o objetivo de repor as perdas inflacionárias acumuladas entre janeiro a dezembro de 2009, calculadas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.