Quinta-feira, 26 de abril de 2012, atualizada às 17h08

Imposto de Renda: 64,26% dos juiz-foranos fizeram a declaração

Thiago Stephan
Repórter
Imposto de Renda

Dados da Receita Federal em Juiz de Fora apontam que até às 23h59 desta quarta-feira, 25 de abril, 59.569 juiz-foranos fizeram a declaração de Imposto de Renda (IR) da Pessoa Física 2012. O número representa 64,26% do total estimado, que é de 92.700 declarações, crescimento de 3% em relação ao ano anterior. O prazo para a entrega das declarações termina na próxima segunda-feira, 30 de abril. Os contribuintes poderão entregar a declaração em disquetes nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal ou utilizando o site da Receita Federal.

De acordo com o delegado adjunto da Receita Federal em Juiz de Fora, Romero Albuquerque Júnior, o número de contribuintes que já enviaram as informações está dentro do esperado. "Reflete o que ocorreu no ano passado, quando, a essa altura, registrávamos o mesmo percentual", diz, acrescentando que é arriscado deixar para declarar em cima da hora, uma vez que pode haver congestionamento do site da Receita. "Isso pode trazer dificuldades para o contribuinte. Um minuto de atraso já é passível de multa: a mínima é de R$ 165,74 e a máxima de 20% do valor devido", revela.

Além da multa, o atraso no envio das informações, pode trazer outros transtornos, como dificuldade de obter certidão negativa de tributos federais e ter o nome incluído na dívida ativa da Receita, o que é passível de execução fiscal. Albuquerque orienta ainda que os contribuintes confiram a situação da declaração mesmo enviando as informações dentro do prazo. "Uma vez transmitida a declaração, é preciso acompanhar no site da Receita a situação para ver se ela vai cair em alguma situação de malha. Uma vez verificadas pendências, o contribuinte pode retificar a declaração antes de ser intimado. Se intimado, as multas são maiores", expõe.

Devem declarar o imposto pessoas físicas que tiveram rendimentos tributáveis, em 2011, superiores a R$ 23.499,15. Quem teve rendimentos não tributáveis superiores a R$ 40 mil e pessoas com patrimônio com valor de aquisição superior a R$ 300 mil também devem prestar contas. Aqueles que se encontram nestas situações e não efetuarem a declaração deverão ser multados. Neste ano, a novidade é a possibilidade de incluir nas deduções despesas enquadradas no Estatuto da Criança e Adolescente entre 1º de janeiro e 30 de abril deste ano. O primeiro lote de restituições está previsto para junho de 2012.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.