• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Dia das Mães começa a aquecer o comércio de Juiz de Fora

    A Câmara de Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora aposta em um crescimento de 8,9% nas vendas

    Raphael Placido
    Repórter
    9/4/2013
    diadasmaes

    Segunda data mais importante do comércio, perdendo apenas para o Natal, o Dia das Mães já começa a mobilizar os lojistas de Juiz de Fora. Neste ano, cai em 12 de maio, mas, mesmo faltando praticamente um mês, os comerciantes já se preparam para dar conta da demanda.

    A expectativa do comércio juiz-forano para o período é a de que os resultados sejam melhores do que o ano passado, que apontou um crescimento de 6,1% nas vendas em relação ao mesmo período de 2011. Mesmo com as dificuldades para alguns filhos encontrarem o presente certo com o preço ideal, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL/JF) aposta em um crescimento de 8,9%, corroborando com o fato de que toda mãe merece um presente no seu dia especial. Algumas lojas devem, inclusive, contratar para reforçar o time de vendedores.

    Com criatividade e preços em conta, os comerciantes disputam a atenção do cliente na hora de escolher o presente para a mãe. Tradicionalmente, os setores de perfumaria, vestuário, acessórios, livros, flores e decoração são os mais procurados.

    A gerente da loja O Boticário da rua Halfeld, Carla Souza trabalha com a expectativa de um grande crescimento, de cerca de 30%. Ela conta que os pedidos já foram feitos, mas os produtos só estarão nas prateleiras daqui a duas semanas. "Os nossos lançamentos para a data estarão à venda no dia 22 de abril. É a segunda data mais importante do ano, perdendo só para o Natal. Neste ano, nas últimas duas semanas antes do Dia das Mães, contrataremos quatro vendedores temporários para a loja", explica. Além disso, ela lembra que é possível aproveitar a data e capitalizar as vendas: "Nessa época, os produtos masculinos têm desconto. Assim, o filho vem escolher o presente e acaba levando algo para ele também."

    diadasmaes diadasmaes

    Na Livraria Leitura, o coordenador administrativo Marcos Paulo de Oliveira conta que a data costuma ficar atrás apenas do Natal e do Dia dos Namorados, mas que, ainda assim, tem um volume de vendas muito forte. "Pelo que a gente investiu, esperamos um crescimento de 12%. Não só com os livros, mas também com embalagens e cartões. Nesta época, as editoras fazem muitos lançamentos voltados para as mães, mas ele explica que acaba vendendo vários gêneros literários, de acordo com o gosto de cada uma.

    No setor de decoração, a data também proporciona um aumento nas vendas. A proprietária da Mauad Presentes e Decorações, Elizabeth Mauad, conta que o crescimento acontece, sobretudo, na venda de arranjos de flores. "É preciso se preparar antes, porque sempre sai em grande quantidade", afirma.

    Na loja Bijuterias Flanesly, da rua São João, a supervisora Valesca Alves conta que a tendência normal é de haver aumento, superando o ano anterior. "Esperamos, no mínimo, um aumento de 10%. O consumidor quase sempre deixa para a última hora, e fica aquele corre-corre. Mas a gente precisa se antecipar para suprir a demanda. Este ano deve sair muitos conjuntos que montamos na hora, com brincos, colares, anéis e pulseiras", finaliza.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.