Segunda-feira, 30 de setembro de 2013, atualizada às 14h47

Dia das Crianças aumenta a procura por brinquedos em Juiz de Fora

Eduardo Maia
Repórter
Dia das Crianças

A semana da criança se aproxima e o comércio destinado ao público infantil já começa a apresentar sinais de aquecimento. Em Juiz de Fora, os aumentos nas vendas já são registrados pelos lojistas desde a última semana de setembro, embora destaquem que o período não se compara às vendas do Natal. Pesquisa realizada pelo Sindicomércio-JF mostra que na intenção de compra para o próximo dia 12 de outubro, 43,56% dos consumidores estão em busca de brinquedos, 29,55% de roupas e 11,74% de eletrônicos.

De acordo com a gerente da loja de brinquedos Terra Encantada, Carla Mendes de Souza, as vendas do período correspondem a um aumento de 20 a 30% em relação ao período normal. "Desde a última semana de setembro, há um aumento no movimento, das pessoas que não gostam do fluxo nos dias de pico, outros que vêm olhar as novidades", observa.

Segundo a lojista, os produtos mais procurados são aqueles que figuram em anúncios de comerciais na TV. "Um boneco que interage com as crianças e o Diário Eletrônico têm sido os mais procurados. O último nós tivemos dificuldades de encontrar. A demanda é grande, as crianças ficam enlouquecidas", diz. Os preços dos produtos variam entre R$ 199 e R$ 399.

Para o proprietário da loja Domith, Assed José Domith, é muito comum o aumento neste período do ano, quando a busca maior tem sido por skates e bonecas. O empresário afirma que embora o período das vendas na semana da criança seja menor em relação ao Natal, já serve de base para saber as principais demandas do consumidor. "É mais voltada para a venda de lembranças, enquanto no Natal é a própria criança que costuma escolher o presente. Daí as empresas costumam lançar novos produtos, unir artigos nas mesmas embalagens até para tornar mais caros e mais atraentes", destaca.

Preços e atendimento

Dia das criançasO preço continua sendo o principal critério de escolha do local de compra, representando a opção de 39,06% dos consumidores. Sobre as margens dos preços dos produtos para o período, Domith afirma que "desde maio os valores se mantêm estáveis, sem grandes alterações na tabela dos brinquedos."

Uma das principais demandas do período é um atendimento que garanta a satisfação do consumidor. Para 16,5% dos entrevistados, o atendimento é o mais importante durante a compra. Deste total, 66,02% requer a atenção exclusiva de um vendedor educado.

De acordo com Carla, esse índice aponta que é necessário aumentar o número de funcionários no período. "Já admitimos cinco funcionários e ainda estamos contratando. O movimento é grande e não podemos deixar os clientes sozinhos e sem atendimento", afirma.

Os consumidores ouvidos pela pesquisa também levam em conta a variedade de produtos que a loja oferece, representando 13,47% das opiniões, enquanto 11,78% valoriza a qualidade.

Formas de pagamento

A pesquisa do Sindicomércio aponta ainda que o pagamento à vista e em dinheiro continua sendo a melhor opção para a maioria dos consumidores, representando 51,32%. Contudo, o cartão de crédito também tem boa parcela de representatividade nas vendas, registrando 37,72%. O cartão de débito será a opção de apenas 10,09% dos clientes.

O Sindicomércio informa que no próximo sábado, 6 de outubro, o comércio de Juiz de Fora funcionará em horário especial, das 8 às 18h, para garantir a segurança e o conforto aos clientes.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.