Segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015, atualizada às 18h30

Volta às aulas: papelarias permanecem com horário especial de funcionamento até dia 15 em Juiz de Fora

Angeliza Lopes
Repórter
vola às aulas

Mesmo com o volta às aulas nas escola municipais e particulares, as papelarias permaneceram lotadas, nesta segunda-feira, 2 de fevereiro. Para atender os consumidores de última hora, as empresas do comércio varejista de materiais escolares, livrarias e papelarias da cidade funcionam em horário especial até o dia 15 de fevereiro de 2015. De segunda a sexta-feira, os horários vão de 8h30 às 20h, e no sábado, de 8h30 às 16h, conforme divulgado pelo Sindicado do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio-JF).

Cerca de 44 mil alunos, de 102 escolas municipais, já começaram o ano letivo, além dos milhares alunos da rede particular de ensino. Na terça, 3, outros 37 mil estudantes voltas às salas de aula nas escolas estaduais. De acordo com o gerente da Palimontes da rua Halfeld, Silio Borges, por mais que os lojistas se preparem antecipadamente, o acúmulo de vendas na última semana de janeiro e início de fevereiro sempre acontece. "Alguns produtos já estão esgotados e não conseguimos repor. Tivemos um acréscimo nas vendas, comparado com mesmo período do ano passado, de 14%", afirma Borges.

O gerente João Carlos Rodrigues das Lojas Brasil, na rua Marechal Teodoro, conta que desde sábado os funcionários precisam fazer reposição de mercadoria a todo momento, durante o dia de compras. "Mesmo com o estoque em 20%, temos que estar atentos para não faltar produto. Nesta segunda-feira abri a loja com clientes na porta", destaca.

Atenção aos Preços

Para auxiliar o consumidor durante as compras de material escolar, a Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/JF) realizou uma pesquisa de preços, nas principais papelarias da cidade. Foram visitados sete estabelecimentos comerciais na região central e nos bairros Manoel Honório e São Mateus. (Confira a relação de preços).

Dos 133 itens avaliados, a maior variação foi o preço da caneta esferográfica Bic Cristal Shimmers. O preço mais elevado chegou a R$ 5,75 e o mais baixo R$ 1,40. Ainda na pesquisa, a menor diferença de preço ficou por conta do caderno universitário, capa dura, espiral, com 200 folhas e dez matérias. O maior preço foi R$ 17 e o menor R$ 16,90, variação de 0,59%.

O Procon/JF aconselha que o pagamento do material escolar seja feito à vista, para proporcionar uma oportunidade de negociação. Se o consumidor optar pelo pagamento a prazo, a orientação é verificar os juros embutidos nas prestações.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.