André Salles André Salles 27/03/2015

Saúde e Doença no Trabalho

Caro leitor, nunca foi nossa intenção aqui fornecer uma "receita de bolo" para os problemas organizacionais. Muito menos afirmar que temos a solução para todos os problemas. Nossa intenção foi mostrar um caminho, uma possibilidade, mesmo que para isto, em alguns momentos, tenhamos sido levados a formular exemplos como uma "receita de bolo".

Existe sim o problema psicológico estrutural de cada um; mas não devemos fazer dele o único a ser tratado. Uma estrutura organizacional obsoleta, doente, de igual forma afeta os movimentos organizacionais. Ao psicólogo cabe tratar os dois problemas.

Sim, nossos pensamentos, sentimentos e ações modificam a estrutura organizacional. Todos nós, com nossos padrões estruturais, somos também afetados pelo mundo externo. Mostre-nos como caminha os passos de uma organização e seremos capazes de divisar seus pormenores sem nenhum caráter "de adivinhar" neste diagnóstico.

Decidir por nós mesmos, manter o caráter moral - diferente de moralismo - manter a palavra, procurar o equilíbrio da balança, etc... ajuda sim no movimento de formação do ambiente de trabalho. Tudo isto faz parte, também, do mundo suprassensível que devemos observar.

Assim sendo, informamos que a Antroposofia possui uma chave para o equilíbrio entre os "dois lados no coração do homem": "não basta somente os resultados da pesquisa objetiva organizacional; e preciso reconhecer nestas pesquisas as manifestações do pensamento, do sentimento e do agir humano em suas descobertas. Por outro lado, não basta te fé nas potencialidades da pessoas, e preciso compreender os resultados da atuação do 'suprassensível' na objetividade organizacional.

Contudo, foi nossa intenção mostrar e questionar para despertar, naqueles que estão ligados ao ambiente organizacional, um olhar fenomenológico para o mundo "suprassensível" que esta dentro de cada um de nos.


André Salles é Bacharel em Psicologia pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora; Pós-Graduado Latu-Sensu em Psicologia Fenomenológico-Existencial pela PUC-MG; Mestrado em área de Concentração Filosófica pela UFJF; Formação em Docência pelo DETRAN-MG - atuou como Professor e pesquisador em Psicologia Aplicada em Centros de Treinamentos de Condutores na cidade de Juiz de Fora; Foi Educador em disciplinas de Psicologia e Filosofia na Faculdade Sudeste de Minas – FACSUM; Conselheiro Administrativo em Psicologia do Trabalho junto ao Instituto Joaquim Soares de Oliveira, na cidade de Santos Dumont - MG; Detentor de Cargo Público do Governo Federal, onde atua em serviços Técnicos na área Operacional de Gestão de Pessoas, desde o ano de 2001; Psicólogo do Trabalho e Psicólogo Clínico vinculado à Associação Brasileira de Psicólogos Antroposóficos; Curso em Formação Antroposófica e Educação Waldorf – Foundation Courses and Waldorf Certificate Program - pelo Sophia Institute – US.Saiba mais clicando aqui.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.