Um dos feriados mais importantes da cultura asiática, o Ano Novo Lunar foi comemorado, em São Paulo, no Centro Comercial do Bom Retiro, localizado no número 226 da rua José Paulino - onde tradicionalmente ocorre a Feira do Bom Retiro - e reuniu centenas de pessoas, que se aglomeraram para ver apresentações de k-pop (um tipo de música pop coreana) ou comer comidas típicas em barraquinhas de rua. O evento também promoveu jogos típicos como o jegichagi, uma espécie de peteca, e o tuho, um tipo de tiro ao alvo.

“O Ano Novo Lunar começa amanhã (22). E, na Coreia, tem uma tradição específica com cerimonial, saudação, pessoas vestidas com roupas tradicionais”, explicou Camila Soares, coordenadora dos eventos da feira do Bom Retiro. “Hoje tivemos diversos tipos de apresentações típicas e tradicionais, mostrando como que funciona isso na Coreia, como se comemora o Ano Novo Lunar: as pessoas se reúnem com parentes, fazem uma saudação específica, comem alguns tipos de comida específicas e jogam”, falou ela, em entrevista à Agência Brasil.

A professora e dançarina de k-pop Josy Botelho, 42 anos, saiu de Suzano (SP) para vir a São Paulo conhecer a feira neste sábado (21). Ela aproveitou as celebrações do Ano Novo Lunar para assistir apresentações de k-pop e visitar diversas barraquinhas. “Hoje eu vim para conhecer a feira. Vim com umas amigas para participar e estar mais inserida nesse universo”, falou ela, que participa de um projeto de k-pop com uma comunidade carente de Guaianases, na zona leste paulistana. “Estou apaixonada. Quero voltar aqui mais vezes”, acrescentou ela.

Entre as comidas típicas que estavam sendo vendidas nas barraquinhas de rua hoje, e que provocaram imensas filas, estava o tteokguk, uma sopa feita de bolinho de massa de arroz. “Essa sopa é para a prosperidade. Tem até uma lenda coreana que diz que quanto mais você come o tteokguk, mais anos de vida você ganha, mais próspero você se torna”, explicou Camila Soares.

Neste ano, lembrou Camila, está sendo comemorado também os 60 anos de imigração sul-coreana no Brasil. Uma série de eventos deve ocorrer em todo o Brasil para celebrar a data, em especial nessa região do Bom Retiro, que congrega uma grande comunidade coreana. “A comunidade coreana no Brasil está em torno de 50 mil pessoas. Mas aqui no Bom Retiro há o maior número de coreanos. Aqui há lojistas, pessoas que trabalham com o comércio de roupa, restaurantes, cafés, escola de coreanos. A maior comunidade e a mais forte está concentrada aqui no bairro”, disse ela.

Tags:
Ano Novo Lunar | Coreia | Geral | São Paulo