Últimas notícias

Alckmin questiona juros altos na véspera do Copom e diz que é preciso agir por custo de capital mais barato

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), questionou nesta terça-feira (31) o alto patamar dos juros no Brasil e disse que é preciso agir por um custo de capital mais barato no país.A declaração foi dada na véspera da reunião decisiva do Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, que definirá a calibragem da taxa básica de juros (Selic) -hoje em 13,75% ao ano.

Ministério Público se opõe a pedido de prisão de aluna da USP

O Ministério Público emitiu parecer contrário à prisão preventiva da estudante de medicina da USP Alicia Dudy Muller Veiga, 25, acusada de desviar quase R$ 1 milhão do fundo de formatura da sua turma.A investigação do caso foi conduzida pelo 16º DP, que concluiu o inquérito policial e a indiciou por apropriação indébita.

Jovem levado por enxurrada quando ia a entrevista de emprego é achado morto

Um rapaz gravado ontem lutando contra a enxurrada provocada pelas fortes chuvas em Goiânia foi encontrado morto na manhã desta terça (31). Warley de Melo Adorno, 22, contrariou pedidos da família para que esperasse o fim do temporal antes de sair porque, segundo amigo da vítima, tentava participar de uma entrevista de emprego na capital goiana.

Micro e pequenas empresas têm até hoje para aderir ao Simples

SÃO PAULO, SP (AGÊNCIA BRASIL) - As micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais (MEI) têm até esta terça-feira (31) para pedir a inclusão ou reinclusão no Simples Nacional -regime especial de tributação para os negócios de pequeno porte.Diferentemente dos últimos anos, não haverá prorrogação para a regularização de pendências.

Wallace, do vôlei, publica enquete perguntando quem daria 'tiro na cara' de Lula

Campeão olímpico pela seleção brasileira masculina de vôlei em 2016 e atualmente defendendo o Cruzeiro na Liga Nacional, Wallace é acusado de usar as redes sociais para disseminar a violência contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Uma enquete nos stories do Instagram do atacante perguntando se "alguém daria um tiro de 12 na cara do Lula" foi publicada e apagada logo em seguida, após vários internautas reclamarem da conduta do atleta.