Sexta-feira, 3 de março de 2009, atualizada às 16h27

Pesquisa aponta que juizforanos pretendem gastar até R$ 30 com chocolates na Páscoa


Clecius Campos
Repórter

Os consumidores de Juiz de Fora devem gastar até R$ 30 reais em compras de Páscoa este ano. É o que aponta a pesquisa* realizada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Juiz de Fora (Sindicomercio), em parceria com a Federação do Comércio de Minas Gerais.

De acordo com o presidente do Sindicomercio, Emerson Belloti, o valor está dentro da expectativa do setor. "Passamos por um momento de crise, mas o apelo da data deve motivar bastante as vendas." O movimento em lojas que comercializam produtos típicos, segundo Belloti, deve ser maior do que em 2008. "Esperamos um aumento de 15% a 18% em relação à Páscoa passada."

Acompanhando a tendência do brasileiro de deixar tudo para a última hora, metade dos juizforanos deve iniciar as compras de Páscoa só na próxima semana. Segundo a pesquisa, 52% dos compradores admitiram que só vão às ruas durante a Semana Santa.

Belloti avisa que consumidor que deixa as compras para a última hora pode perder promoções e encontrar tumulto nas lojas especializadas. "Essas pessoas perdem a oportunidade de fazer uma pesquisa de preços, devido ao pouco tempo e à confusão causada pelo excesso de compradores nas lojas. O ideal é aproveitar que os produtos estão expostos e comprar o mais cedo possível", afirma.

A pesquisa indica ainda que a grande maioria dos consumidores (78,8%) vai às compras devido ao apelo da Páscoa. Outros 8,4% devem consumir porque a data ocorre no início do mês. O crédito facilitado e o prazo para pagar devem levar 8% dos consumidores às lojas. Os novos produtos e brinquedos são responsáveis por atrair 4,9% dos compradores.

Produtos atípicos

Além de promover o aumento nas vendas de produtos típicos, a Páscoa acaba influenciando a comercialização de itens de outros segmentos. De acordo com Belloti, apesar de o ovo ser produto preponderante da data, alguns consumidores preferem dar e receber livros, perfumes, brinquedos, enfeites ou pelúcias. "A Páscoa movimenta o comércio de uma forma geral. A data ainda coincide com o fim da temporada das liquidações, o que é ótimo para o lojista."

*A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de março e ouviu 300 pessoas no centro da cidade.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.