Juizforanos aproveitam a Páscoa para incrementar renda Chocolate artesanal cai no gosto dos consumidores
e garante lucros para produtores caseiros

Patrícia Rossini
*Colaboração
17/03/2009

Marcada por tradições como a troca de presentes de chocolate e reuniões de família, a Páscoa representa uma importante data para quem aposta no chocolate artesanal para aumentar a renda.

Os ovos de chocolate e bombons caseiros surgem como alternativa aos produtos convencionais e caem no gosto dos consumidores que procuram novidades na hora de presentear. Para os produtores artesanais, o período garante um incremento de até 80% na renda mensal.

Liberdade para criar

Para a chocolatière Rose Tortoriello, que trabalha com chocolates artesanais há mais de 25 anos, a liberdade na hora de criar produtos temáticos garante um lucro 40% superior aos demais meses do ano. "A maioria dos meus clientes me procura todo ano em busca de uma opção diferenciada de presente. Por isso, trabalho o tema de várias maneiras com ovos, trufas e formatos diversos para oferecer novidades a cada Páscoa."

foto de caixa em chocolate A criatividade também é a aposta da professora de culinária Cida Gomes. Com a venda de chocolate artesanal, sua renda cresce em 80% no período. "Quem produz artesanalmente, pode usar a criatividade para elaborar receitas diferentes sem aumentar o custo final do produto. Dessa forma, os chocolates são personalizados de acordo com cada pedido e o cliente economiza."

Devido à grande procura por chocolates dietéticos, Cida afirma que está criando novas receitas para atender às especificidades desses consumidores. "A venda de ovos e bombons diet está crescendo muito e a procura é durante o ano todo. Por isso, tenho criado bastante para esse público."

A professora também aproveita o período para ministrar cursos de culinária relacionados com a Páscoa.

Ao contrário de Cida e Rose, que trabalham com culinária regularmente, Enneci Otto concilia a produção de chocolates com o emprego de funcionária pública estadual. "Não faço muita divulgação, a maioria das encomendas que recebo são dos colegas de trabalho e de quem fica sabendo por algum comentário de quem me conhece. Nesse ano, minha produção vai ser reduzida, pois estou muito atarefada no meu emprego."

No caso de Enneci, as vendas de Páscoa representam um acréscimo de aproximadamente 10% no salário. Entre as criações, estão ovos recheados e coelhinhos de chocolate coloridos para as crianças.

foto de chocolate foto de chocolate foto de chocolate

Propaganda espontânea

As profissionais entrevistadas pelo Portal ACESSA.com afirmam que o boca a boca é o principal meio de divulgação dos produtos."Das novas encomendas que recebo, muitas são de pessoas que foram presenteadas com meus chocolates em outras ocasiões", garante Rose Tortoriello.

O mesmo acontece com Enneci, cujos produtos fazem sucesso entre os colegas de trabalho, amigos e familiares. "Como eu quase não divulgo meus chocolates, a maioria dos novos clientes me procuram depois de escutar alguma recomendação. Minha maior propaganda é o boca a boca."

Para Cida, que também prepara doces e salgados para festas, a dedicação é um fator determinante para o aumento nos lucros. "Quando recebo encomenda para uma festa de 300 convidados, por exemplo, penso que estou cozinhando para 300 clientes em potencial. A satisfação dessas pessoas é o que vai garantir novas encomendas", explica.

*Patrícia Rossini é estudante de Comunicação Social da UFJF

Os textos são revisados por Madalena Fernandes


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.