Juiz de Fora - MG

Quarta-feira, 12 de março de 2014, atualizada às 11h40

Policiais civis de Minas Gerais são treinados pelo FBI para a Copa

Os policiais civis de Minas Gerais estão sendo treinados por agentes do Serviço Secreto dos Estados Unidos (EUA) e do FBI, a Polícia Federal norte-americana, para atuar na Copa do Mundo. Pelo menos 1.354 policiais vão aprender novas técnicas para o trabalho de polícia judiciária, que ficarão como legado do campeonato mundial de futebol. Outros dois cursos ainda terão inscrições abertas, ampliando então o número de profissionais atendidos.

O curso de "Moedas Falsas" é um deles. Apesar de o crime de falsificação de moedas ser de competência da Polícia Federal, ele está sendo ministrado por um investigador da Polícia Civil que, por razões de segurança, não pode ser identificado. Participam 277 policiais civis da Grande BH, divididos em três turmas. O Serviço Secreto dos Estados Unidos informa que o curso realizado na Academia da Polícia Civil (Acadepol) é o primeiro promovido no Brasil em 2014. Ainda segundo o órgão, o governo norte-americano faz questão de divulgar os itens de segurança existente nas cédulas, mas a Copa do Mundo certamente vai ampliar a circulação da moeda no país, ampliando a oportunidade do crime. Outro fator de atenção é que colombianos e peruanos são os maiores falsificadores de dólar no mundo. Segundo o serviço secreto, cerca de trilhão de dólares em moeda norte-americana circula atualmente em todo o mundo.

Outros 45 policiais civis, que estão matriculados no curso de "Investigação de Crime Organizado", terão aulas do FBI entre os dias 17 e 21 de março. Com inscrições entre 17 e 21 de março, o curso "Fisiognomonia Policial", específico para delegados, será ministrado por uma criminóloga da própria academia. A matéria vai ensinar novos meios de identificar, a partir da fisionomia, postura, jeito de falar ou de olhar, se um suspeito está dizendo a verdade durante um depoimento na delegacia.

Com informações da Agência Minas.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.