Juiz de Fora - MG

Cerca de 50 permissionários de táxi fazem ato público na Câmara

Profissionais tentam mobilizar vereadores a votarem emenda que incluí as 433 placas na nova regulamentação do serviço na cidade

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
17/11/2015

Cerca de 50 permissionários de táxis fizeram um ato público nesta terça-feira, 17 de novembro, dentro da Câmara Municipal de Juiz de Fora, com o intuito de sensibilizar vereadores quanto a nova regulamentação do serviço que estava em pauta para ser votada na última segunda, 16, mas teve o processo adiado. O novo certame trata das novas exigências para a prestação do serviço de taxista, que incluí as 105 placas licitadas pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), que teve os resultados divulgados no último dia 6. Sendo assim, ela não incluí as 433 permissões adquiridas na década de 80, que não estão regularizadas, conforme decisão judicial que obriga o Executivo a fazer nova licitação para as placas.

O permissionário e integrante do Sindicato dos Taxistas, José Moreira de Paula, destaca que o regulamento não reconhece as 433 placas antigas, por isso o grupo pretende motivar outros movimentos para evitar a votação. "Já tivemos reuniões que reuniram mais de 300 taxistas. Caso esta nova licitação seja feita, muitos profissionais vão perder suas placas", afirma. Já o chefe do Departamento Jurídico da nova Associação dos Permissionários do Município de Juiz de Fora (Apertáxi-JF), César Grazzia, explica que a categoria tentou ncluir uma emenda que adiciona estas placas na regulamentação. "A votação do regulamento que o executivo enviou em forma de Mensagem foi suspensa por 30 dias. Por isso vamos ganhar tempo para continuar com a mobilização para empoderar os vereadores da casa no sentido de votar a favor da emenda. Não vemos nada de inconstitucionalidade ou vício que reverte essa emenda".

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.