• Assinantes
  • Saúde

    Exercício físico e equilíbrio interno O tai chi chuan é uma arte milenar que trabalha os músculos respeitando o limite do corpo, equilibrando a energia de todo o organismo

    Marinella Souza
    *Colaboração
    25/10/07

    Pense num exercício físico capaz de fortalecer os músculos, melhorar a circulação e a função respiratória. Se você já imaginou uma academia lotada, com um som alucinante, cheias de homens e mulheres com corpos sarados, é porque não conhece o tai chi chuan.

    O tai chi chuan é uma arte marcial chinesa, que como todas as outras, visa o equilíbrio físico e emocional. Tomou outras proporções devido aos benefícios terapêuticos que acarreta. A prática proporciona uma harmonização energética e possui caráter profilático e de tratamento em casos como problemas ósseos (como artrite, artrose), respiratórios e musculares.

    Segundo o terapeuta holístico Alexandre do Valle (foto abaixo), o mestre Yang Cheng Fu, ciente desses benefícios retirou os movimentos mais fortes e rígidos do sistema para torná-lo acessível para todas as pessoas. "O tai chi é uma prática que pode ser exercida por jovens e idosos porque não exige do corpo além do que ele pode dar".

    A respiração coordenada com movimentos lentos e técnicas de relaxamento leva ao equilíbrio emocional. Benefício que o professor de Língua Portuguesa, Bernard Martoni, sentiu na pele. Ele conta que sempre praticou artes marciais para controlar a hiperatividade e o tai chi chuan serviu perfeitamente para esse fim. "Além de me tornar mais calmo, o tai chi apurou minha capacidade de observação, melhorou minha respiração e capacidade física".

    foto do Alexandre O terapeuta holístico ressalta que a natureza tem um ritmo ideal, que é alterado pela vida urbana e o tai chi chuan faz com que a pessoa treine um ritmo de vida mais saudável. "Com a prática do tai chi, o indivíduo resgata um ritmo e um padrão diferente do que está habituado e isso se reflete em todos os aspectos de sua vida".

    Praticando há 10 anos, Alexandre conta que, mais do que uma atividade física, a atividade é um exercício de auto-conhecimento e integração com a natureza. "A vida moderna nos instiga a pensar muito no que é externo, o mundo parece estar fora de nós e o tai chi traz uma melhor condição de auto-avaliação, ensina a agir com mais paciência", garante.

    foto da Candida Praticante há três anos, a especialista em medicina chinesa, Cândida Basílio (foto ao lado), conta que procurou o tai chi chuan por acreditar na filosofia do trabalho e se sentiu beneficiada tanto física quanto emocionalmente. "Meu braço ficou paralisado por conta de uma bursite e a prática me ajudou a recuperar os movimentos, me deu mais flexibilidade", comemora.

    Cândida faz questão de enfatizar que essa flexibilidade não é só dos músculos, trata-se de uma flexibilização de comportamentos. "Por proporcionar o auto-conhecimento, você aprende a ser mais maleável consigo mesma e com os outros. É um esporte completo, que não tem contra-indicações. Pode ser praticado por todo mundo".

    Segundo Alexandre, relatos como o de Cândida são corriqueiros, pois a prática interfere na percepção que o indivíduo tem dos fatos. "A pessoa passa a perceber o mundo de forma diferente e, em conseqüência disso, interagem com ele de forma diferenciada também".

    O terapeuta garante que o tai chi desperta outros hábitos saudáveis, como a mudança da alimentação. "Não existe nenhum tipo de exigência ou cobrança em relação a isso, mas a nova percepção insere a pessoa num novo contexto que é favorável à essa alimentação mais natural".

    foto Alexandre praticando foto da Alexandre praticando foto da Alexandre praticando
    O tai chi chuan deve ser praticado, preferencialmente, pela manhã e ao ar livre. Nessas condições o indivíduo está mais bem disposto e as energias naturais estão se renovando nesse horário, o que propicia integração maior. "À noite a pessoa está cansada, o ar está mais poluído e as energias naturais começam a se recolher", pondera o especialista.

    Mas ele lembra que o importante é que se pratique, ainda que seja dentro de uma academia - um ambiente pouco favorável -, já é possível sentir alguns efeitos. "A pessoa tem que praticar para tirar as próprias conclusões", diz Alexandre, com o ar desafiador de quem sabe o que está falando.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.