Junia Bretas Junia Bretas 30/05/2015

Você tem medo de que?

O Dicionário Michaelis de Português define a palavra MEDO da seguinte maneira:

Medo
(ê) sm (latim metu) 1 Perturbação resultante da ideia de um perigo real ou aparente ou da presença de alguma coisa estranha ou perigosa; pavor, susto, terror. 2 Apreensão. 3 Receio de ofender, de causar algum mal, de ser desagradável. sm pl Gestos ou visagens que causam susto.

O medo é um mecanismo extremamente eficiente criado pela nossa mente em benefício da nossa SOBREVIVÊNCIA. A função primordial desta emoção é garantir a nossa AUTOPRESERVAÇÃO, ou seja, garantir nossa existência ou integridade física e emocional.

Caso o medo não povoasse nosso palácio mental (nossa mente), nossa permanência no planeta ficaria prejudicada. De acordo com a seleção natural da espécie humana, só sobraram os "medrosos", assim podemos agradecer a essa emoção tão desconfortável pela nossa permanência e existência. Sem a HABILIDADE de sentir medo, logo logo seríamos tragados pelos perigos a nossa volta.

Diante disso, lhe pergunto: CORAGEM é o contrário de Medo?

Não, não é. Aliás para se ter CORAGEM o requisito essencial é que se tenha MEDO. Vou explicar melhor: Imagine que uma pessoa tenha muito medo de "fantasmas", só de pensar em se deparar com um já sente um arrepio percorrendo sua coluna vertebral. Para que esta pessoa entre em uma casa considerada "mal assombrada" ela precisaria ter muita CORAGEM para isso não é verdade? E se pensarmos em uma outra pessoa cujas crenças sobre a vida e a morte lhe deixam totalmente tranquila e serena quanto aos chamados "fantasmas", essa pessoa precisaria de CORAGEM para adentrar a casa "mal assombrada"? Não, ela entraria tranquilamente, para ela seria algo corriqueiro e sem importância.

Mais um exemplo: Você tem fobia de serpentes e decide ainda assim, estudar anatomicamente, ao vivo e a cores uma serpente. Precisaria para isso muita coragem não é mesmo? E um biólogo cuja paixão pelas serpentes vem desde a sua infância precisaria de coragem para tocar em uma? Claro que não, não há que se falar em coragem aqui, ele não tem medo.

Assim verificamos que coragem não é o contrário de medo, é o seu domínio. Coragem é a capacidade de agir, apesar do medo que se sente. O medo muitas vezes nos paralisa e é a coragem o recurso emocional que nos dá força para seguir e continuar.

Entretanto, uma dose exagerada de coragem pode gerar consequências danosas, bem como uma dose exagerada de medo. Afinal a diferença entre o remédio que cura e o veneno que mata está na dose.

Coragem exagerada gera o que considero o contrário perigoso de medo, isto é, gera os antônimos do medo: IMPRUDÊNCIA (aqui o exagero está na ação) ou NEGLIGÊNCIA (aqui o exagero está na omissão). Sendo imprudente ou negligente com a sua própria vida, a pessoa pode acabar doente ou mesmo morta.

Medo exagerado emperra nossa vida e afasta nossos sonhos para bem longe. Quando não possuímos o domínio desta emoção, ela se torna tóxica, medo tóxico é aquele que te imobiliza e enfraquece.

Comece a se observar: Você tem medo de que?

Esse medo se relaciona a sua sobrevivência ou a sua integridade física ou emocional? Até que ponto ele tem razão de ser?

O medo de andar em uma rodovia a 400 Km/h é legítimo e recomendável, todavia, o medo de falar em público para quem precisa apresentar uma monografia ou para quem deseja ser um palestrante só emperra a vida da pessoa.

Quando você observar que seu medo ultrapassa as barreiras da sua AUTOPRESERVAÇÃO, busque ajuda (BIBLIOTERAPIA, TERAPIA, CURSOS, PALESTRAS), busque ferramentas para obter uma dose de coragem capaz de te colocar em movimento em prol do seu objetivo.

Vamos lá. CORAGEM!!!

Junia.

Queridos leitores, farei uma Palestra na cidade de Juiz de Fora, MG dia 18 de junho de 2015, quinta-feira, de 19h30 até 21h no Constantino Hotel sobre o Condicionamento Neuroassociativo, uma Técnica muito eficiente para te ajudar a implementar MUDANÇAS em sua vida pessoal e/ou profissional. Inscrições no site www.juniabretas.info ou pelo email contato@juniabretas.info. Aguardo vocês!!!!!


Junia Bretas é graduada em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF); servidora do Ministério Público de MG; Advanced Trainer e Master Practioner em PNL; considerada um das melhores Palestrantes do Brasil pela Ourives TeD do Rio Grande do Sul; escritora do livro Liderança Estratégica (Ed. Leader SP). Para saber mais clique aqui

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.