Um homem suspeito de envolvimento no assassinato de Bárbara Vitória, encontrada na região metropolitana de Belo Horizonte, foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira (3). A Polícia Militar foi acionada por uma mulher que se identificou como vizinha da casa em que o corpo foi localizado, no bairro Cachoeirinha.

O delegado Salmo Castro informou que policiais militares e civis foram ao local para realizar levantamentos. Segundo o porta-voz da Polícia Civil, ainda não é possível confirmar a causa da morte.

"A Polícia Civil de Minas Gerais esclarece que as investigações relativas ao homicídio da criança seguem paralelamente, com análise de imagens de circuitos de segurança, depoimentos e exames periciais", explicou em nota.

Bárbara desapareceu no domingo (31), após sair de casa para comprar pão para a família, no bairro Mantiqueira. O caminho entre a casa da família e a padaria, no limite entre a capital mineira e a cidade de Ribeirão das Neves, tinha cerca de 250 metros.

Imagens de câmeras de segurança do local mostram Bárbara deixando o estabelecimento, com o saco de pão na mão. Outras imagens registraram a menina correndo por ruas da região.

A mãe da menina pediu Justiça durante uma manifestação organizada por moradores do bairro Pedra Branca, onde o corpo da vítima, de 10 anos, foi localizado. Segundo um perito da polícia entrevistado pela TV Globo, uma corda foi achada próxima do corpo da garota.

"Está sendo insuportável, eu nem sei te falar o tamanho da dor que eu estou sentindo, a única coisa que eu quero é Justiça", declarou Luciene Vitalino, mãe da menina, à emissora, durante a manifestação na tarde de ontem, no campo de futebol em que o corpo de Bárbara foi achado.