• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Começa o movimento sazonal nas academias de ginástica Preocupadas com o verão, as pessoas começam uma maratona em busca do corpo perfeito. Mas será que três meses são suficientes para se conseguir belas formas?

    Marinella Souza
    *Colaboração
    16/09/2008

    A proximidade do verão atrai as pessoas para as academias em Juiz de Fora. O aumento é de 35% a 40% e esse é um movimento que acontece todos os anos, segundo os entrevistados pelo Portal ACESSA.com. Secretária de uma academia de ginástica há sete anos, Daniele Cristina Lacerda Rosa (foto abaixo) confessa que a grande surpresa de 2008 é o retardo do aumento.

    "Nos outros anos, a gente registrou esse aumento em agosto, mas esse ano, o movimento só começou a crescer mesmo agora em setembro. Não sei se foi falta de grana ou se tem outro motivo", diz. Para o proprietário de uma outra academia de ginástica da cidade, Jackson Mello, (foto abaixo, à direita) essa é uma característica típica de Juiz de Fora.

    "Em outras cidades isso não acontece, só que Juiz de Fora é uma cidade universitária, então, nos períodos de férias há uma queda no número de alunos", justifica. Outro detalhe é que não se trata de um aumento real, mas sim, de um retorno de alunos antigos. "Eu diria que desses 35%, 40% que entram em setembro, apenas 15% são novatos, os outros são os 'alunos sazonais', que vêm todo verão".

    Foto de
Daniele Rosa Na academia em que Daniele trabalha, o aumento de alunos a partir de setembro também gira em torno dos 35% e a moça relata que a maioria que entra nesse período, é mesmo pensando no verão. "Alguns já entram falando que vão sair em dezembro por causa das festas de fim de ano e do carnaval. Mas cada caso é um caso. Tem quem entre agora e continue por um bom tempo. O público de academia é muito flutuante", explica.

    Segundo Daniele, entre os dias 1º e 15 de setembro foram matriculados e rematriculados, mais de cem alunos novos, a média que a academia registra em um mês. "Em um mês bom, matriculamos 200 alunos, mas a média são cem alunos mensais". Para garantir esse número, a academia oferece aulas novas para o verão, mas com a intenção de que o aluno mantenha o treinamento ao longo do ano.

    Em três meses dá para ficar com o corpo "sarado"?

    Nossa equipe entrevistou três professores de educação física e a resposta foi categórica: não se adquire um corpo perfeito em três meses, mas é possível obter bons resultados, desde que se tenha disciplina e não se descuide da alimentação. Para a professora Gisele Giacóia Mendes, três meses é um bom tempo, mas há o risco de lesões. "As pessoas chegam com muita sede ao pote, querem um resultado muito rápido e com isso, exageram e acabam provocando lesões", ressalta.

    Foto de Jackson Mello Para Jackson, que também é professor de educação física, o resultado que se tem nesse tempo pode ser bom, mas depende do objetivo da pessoa. "Se o cara chega para mim e diz 'quero ficar forte para o verão', eu digo que não vai conseguir. Se a menina que está gordinha chega querendo ficar com tudo em cima para o verão, eu também digo que não dá".

    Apesar disso, Jackson garante que se houver disciplina, é possível sim, dar uma boa melhorada na aparência. E Gisele acrescenta: "Tem que associar o treino com uma alimentação saudável, senão não tem como se obter um bom resultado".

    Segundo Jackson, o mais fácil de se conseguir em um curto espaço de tempo é o emagrecimento. "Em três meses não se fica forte, mas pode emagrecer. O que a pessoa tem que entender é que não é possível fazer mudanças radicais nesse espaço de tempo tão curto, de uma forma saudável. Os resultados obtidos são mais no sentido de melhorar a saúde, dar mais disposição, mas o corpinho enxuto para chegar na praia é muito difícil", garante.

    Foto 
de Tiago Lima Na análise de Thiago de Paula Souza Lima (foto ao lado), outro professor de educação física, as pessoas procuram muito as academias nessa época do ano, porque querem exibir corpos bonitos no verão, já que as próprias roupas são mais peladas. Thiago arrisca um número mais ousado para o aumento do movimento. "Acho que aumenta uns 50% ou 60%", diz.

    Para ele, em tão pouco tempo se consegue "algum resultado, mas nada muito sensacional que vá mudar completamente o corpo da pessoa porque a musculação é um esporte de médio e longo prazo, é preciso um ou dois anos, no mínimo para conseguir mudar mesmo o corpo. Esse período de três, quatro meses é mesmo para a melhorar um pouco a aparência".

    Gisele orienta que o melhor mesmo seria manter o rimo de treinamento e alimentação saudável durante todo o ano. "A pessoa que faz um treinamento muito intenso durante um curto espaço de tempo, além de se lesionar, corre o risco de recuperar a gordura perdida e perder a massa muscular adquirida", ensina.

    *Marinella Souza é estudante de Comunicação Social na UFFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.