Quarta-feira, 23 de setembro 2008, atualizada às 17h

Semana Nacional de Doação de Órgãos comemorada com aumento no número de doações em JF, apesar do número de transplantes ser baixo



Daniele Gruppi
Repórter

A Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos Regional Zona da Mata (CNCDO) do MG Transplante comemora a Semana Nacional de Doação de Órgãos com o aumento no número de doações em Juiz de Fora. Até o mês de agosto deste ano, foram contabilizados 52 transplantes de córnea.

Em 2007, foram realizados 27. Segundo o coordenador da Central, Fred Whitaker, a meta é conseguir fazer um transplante por semana. "O nosso foco é aumentar, principalmente, o número de doador de rim com morte cerebral. Neste ano, foram feitos apenas dois transplantes".

Whitaker afirma que a transferência da Central do Hospital João Penido para a Santa Casa, em junho, otimizou o procedimento. "Fica mais fácil fazer uma busca ativa nos hospitais por doadores". Atualmente, cerca de 240 pessoas aguardam por uma córnea e 500 por um rim.

O coordenador declara que o número de transplantes realizados ainda é pequeno devido à falta de notificação no MG Transplante. "Queremos fazer um pedido de parceria com os plantonistas de UTI para que eles comuniquem a morte de pacientes com potencial de doação em tempo hábil".

Além da conscientizar os profissionais, o MG Transplante promove um mutirão para oferecer informações à população neste sábado, dia 27 de setembro, Dia Nacional do Doador. Haverá cartazes e distribuição de folders no Calçadão da rua Halfeld, em frente ao Cine-Theatro Central, das 10h às 12h e no Shopping Independência, a partir das 14h.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Arquivo

Ver mais...