• Assinantes
  • Autenticação
  • Segunda-feira, 16 de março de 2009, atualizada às 19h

    Juiz de Fora já registra 20 casos de dengue em 2009


    Da Redação

    Mais cinco casos de dengue foram divulgados nesta segunda-feira, 16 de março. O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde contabiliza, até o momento, 20 casos em Juiz de Fora em 2009. O levantamento revela, ainda, que foram feitas 116 notificações de suspeitas de dengue na cidade, com 85 casos descartados. Outras 11 pessoas aguardam o resultado do exame. Do total confirmado, 11 registros foram autóctones (contraídos na cidade), oito importados e um com local de infecção indeterminado.

    As ocorrências de dengue autóctone foram nos bairros Monte Castelo (2), Marumbi, Progresso, Parque Guarani, Santa Terezinha, Bairu (2), São Pedro (na localidade de Adolfo Vireque), Santa Cecília e Manoel Honório. Os casos contraídos fora da cidade aconteceram nos bairros Granbery, Dom Bosco, Bairro Industrial, Vale do Ipê (2), Linhares, Grama e Mundo Novo. O caso indeterminado ocorreu no bairro Fontesville, na Zona Norte. (Veja os mapas das localidades)

    Em 2008, durante todo o mês de março, Juiz de Fora registrou 61 casos da doença, sendo um caso hemorrágico, que resultou em óbito. Desse total, 35 foram autóctones. Porém, apesar de os números deste ano parecerem mais favoráveis, a participação efetiva da sociedade ainda é necessária, pois o risco de epidemia continua.

    Uma nova carreata já está agendada para o dia 21, sábado, quando moradores de parte da Zona Norte receberão a visita do Mosquitão e da Boneca Trapilha. Eles vão encenar uma peça teatral educativa. Também neste dia serão distribuídos panfletos explicativos sobre como evitar o mosquito em residências e estabelecimentos comerciais.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720