• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Terça-feira, 7 de abril de 2009, atualizada às 11h

    Ação preventiva do Dia Mundial de Luta contra o Câncer é antecipada em Juiz de Fora


    Patrícia Rossini
    * Colaboração

    A Comissão Municipal de Oncologia da Secretaria de Saúde da Prefeitura realiza nesta terça-feira, dia 7 de abril, uma ação preventiva contra o câncer. O evento antecipa a comemoração do Dia Mundial da Luta contra o Câncer, lembrado no dia 8 de abril. "Nós contamos com a colaboração de acadêmicos e muitos aproveitam o feriado para viajar. Por isso, antecipamos a campanha", justifica a enfermeira da Comissão, Maria Beatriz Paoliello Pimenta Gomes.

    Desde 8h, acadêmicos de enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora e de uma faculdade particular do município, profissionais da Ascomcer e integrantes da Liga Acadêmica de Cancerologia e Urologia da Faculdade de Medicina da UFJF prestam esclarecimentos à população no Pan Marechal, no centro. O evento vai até 17h.

    Nas mesas montadas no corredor da galeria, os estudantes distribuem panfletos informativos sobre os tipos de câncer e a prevenção. As mulheres que desejam fazer o exame clínico das mamas também podem aproveitar a oportunidade. O procedimento é feito gratuitamente pelos acadêmicos de enfermagem no nono andar do Pan Marechal. "Nós fazemos o exame e, caso alguma anormalidade seja identificada, a pessoa é encaminhada para a Ascomcer para verificar se há algum risco", explica a aluna de enfermagem Leila da Consolação.

    De acordo com Maria Beatriz, serão ministradas palestras sobre o tabagismo em todos os andares do Pan Marechal, com ênfase na prevenção do vício entre crianças e adolescentes. "O cigarro tem milhares de substâncias tóxicas e é muito viciante. Quanto mais cedo a pessoa começa a fumar, maior será a dificuldade de parar." Segundo ela, o cigarro aumenta as chances de câncer de pulmão, boca, laringe, fígado, esôfago, bexiga e de próstata, entre outros.

    A enfermeira também destaca a obesidade, o sedentarismo e o consumo de álcool como fatores de risco para a saúde.

    Foto do corredor do PAM Marechal Foto do corredor do PAM Marechal

    De acordo com os estudantes de enfermagem que prestavam atendimento nesta manhã, as principais dúvidas da população são sbre o câncer de mama e de próstata e o tabagismo."Isso demonstra que as pessoas não têm informação sobre a necessidade de prevenir a doença. Com os homens é ainda mais difícil. Muitas vezes, orientamos as mulheres sobre o exame de próstata para que elas convençam seus parceiros", comenta Maria Beatriz.

    Centro Viva Vida

    Profissionais do Centro Viva Vida, do Hospital Universitário também participam da ação, com o objetivo de orientar a população sobre os atendimentos realizados pelo projeto centro. "O Viva Vida é um projeto novo e ainda não é muito conhecido pelos juizforanos. Estamos orientando sobre as especialidades atendidas e os objetivos do Centro, que prioriza a saúde da mulher e da criança com o objetivo de reduzir a mortalidade infantil e materna", explica a psicóloga do projeto, Hila Martins Faria.

    A ação do Centro Viva Vida nesta quarta-feira, dia 8, de 8h30 às 17h30 no Pan Marechal, com o objetivo de informar sobre a prevenção e o diagnóstico de câncer no cólo do útero, câncer de mama, de próstata e do sistema urinário.

    Fique de olho!

    A Comissão Municipal de Oncologia orienta sobre sete sinais de alerta que devem ser observados para prevenir o câncer e aumentar as chances de diagnóstico precoce. São eles:

    • Feridas que não cicatrizam, principalmente no rosto, na língua, na boca e nos órgãos genitais externos
    • Caroços ou zonas endurecidas, sobretudo nos seios, língua e lábios
    • Hemorragias inexplicáveis pelos orifícios naturais (boca, nariz, ouvido, ânus ou uretra)
    • Perdas de sangue irregulares nas mulheres
    • Dificuldade constante para engolir, perturbação persistente no estômago, má digestão e falta de apetite, alteração ou anormalidade da função intestinal
    • Rouquidão permanente e/ou tosse sem motivo aparente
    • Anemias inexplicadas
    • Fonte: Comissão Municipal de Oncologia da Secretaria Municipal de Saúde

    * Patrícia Rossini é estudante de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.