• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 30 de julho de 2009, atualizada às 17h32

    Juiz de Fora tem mais dois casos suspeitos de Gripe A. Uma das pacientes é portadora de HIV

    Guilherme Arêas
    Repórter

    Subiu para seis o número de casos suspeitos da gripe A (H1N1) em Juiz de Fora. Nesta quinta-feira, 30 de julho, uma menina de 12 anos, internada na Santa Casa, colheu material (secreção respiratória) que será analisado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio. Ela teve contato com colegas que vieram da capital carioca e apresentaram sintomas gripais. A menina está em isolamento no setor de internação do hospital e, segundo a Santa Casa, os funcionários e médicos adotam condutas específicas de isolamento respiratório.

    Já uma mulher de 28 anos, portadora do vírus HIV, também é suspeita de estar com a nova gripe e teve material colhido para o exame nesta quarta, dia 29. Ela está internada em isolamento no Hospital Dr. João Penido, referência no tratamento da gripe A na região e que passou por reformas recentes para atender essa demanda específica. O hospital informou que a paciente passa bem.

    Por estarem em grupos considerados de risco, as duas pacientes foram submetidas ao exame laboratorial. Não há previsão para que a Fiocruz divulgue o resultado da análise. Os outros quatro pacientes suspeitos em Juiz de Fora ainda não tiveram a confirmação da nova gripe. Até agora, 15 casos foram notificados na cidade; nove foram descartados.

    Desde o último dia 3 de julho, o Ministério da Saúde mudou a estratégia no combate à gripe A. Agora, apenas casos considerados graves são submetidos a exames laboratoriais. A decisão levou em conta a baixa letalidade da nova gripe, que, segundo o governo, é igual a da gripe comum, além da previsão de que o inverno será responsável pelo aumento do número de casos da doença.

    Em Juiz de Fora, a Secretaria de Saúde disponibilizou dois telefones para quem deseja obter orientações sobre a Influenza A (H1N1): 3690-7509 e o 3690-7000. A Vigilância em Saúde de Juiz de Fora informou que os cidadãos de outros municípios que tiverem dúvidas sobre a doença devem ligar para disque-epidemiologia do Estado, pelo número 0800-283 22 55.

    Vigilância em Saúde se reúne com hospitais

    Nesta sexta-feira, 31 de julho, a Vigilância em Saúde se reúne com responsáveis técnicos de toda a rede hospitalar de Juiz de Fora, a fim de divulgar informações para atendimento aos casos de gripe (tanto a sazonal, quanto a H1N1) e o protocolo de atendimento do município. Também será enviada uma cópia desse documento a todas as unidades básicas de saúde.

    O órgão alerta ainda que o calendário escolar está mantido, devendo os alunos das redes particular e pública retornarem das férias no período anteriormente previstos. A recomendação é de que funcionários, professores e alunos que estiverem com sintoma de gripe consultem antes um médico, que fará o diagnóstico para gripe A ou não. Havendo necessidade de coleta de material para exame, crianças menores de 12 anos deverão ficar em casa durante 14 dias, e maiores, durante sete dias.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.