Dia de Combate à Hipertensão tem atendimento gratuitoMais de 500 pessoas que passaram pelo Calçadão da rua Halfeld aferiram a pressão arterial nesta segunda. Doença é normalmente assintomática

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
26/4/2010

Foto da fila no estande

Mais de 500 pessoas que passaram pelo Calçadão da rua Halfeld nesta segunda-feira, 26 de abril, puderam aferir a pressão arterial gratuitamente. A iniciativa é parte da comemoração do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão e foi organizada pela Liga de Cardiologia Evandro Guilhon. Além de verificar o ritmo da circulação sanguínea, a população recebeu panfletos explicativos e recomendações gerais.

O médico que dá nome à liga, Evandro Guilhon, explica que, por ser assintomática, o desconhecimento sobre a doença é sinônimo de risco à saúde. "Das pessoas que têm hipertensão não tratada, 25% sofrem infartos letais, 35% a 40% podem ter um acidente vascular cerebral [AVC] e 50%, algum tipo de insuficiência cardíaca." Os pacientes que apresentaram pressão arterial maior que 140/90 mmHg foram encaminhados a um posto de saúde.

Enquete: Com que frequência você verifica a sua pressão arterial?

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.