Sexta-feira, 2 de julho de 2010, atualizada às 16h17

Licitação para Hospital de Urgência e Emergência tem início

Clecius Campos
Repórter

O processo de licitação do Hospital Regional de Urgência e Emergência de Juiz de Fora teve início na manhã desta sexta-feira, 2 de julho. Doze empresas de Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, São José dos Campos (SP), Nova Lima (MG) e Curitiba (PR) compareceram à fase presencial da concorrência.

O objetivo foi apresentar os documentos de qualificação econômica e técnica e de regularização fiscal e jurídica. A partir daí, a Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) parte para a etapa de análise técnica, contábil e jurídica, que confirmará quais empresas são capazes de executar o projeto mínimo do hospital (ver box abaixo).

A concorrência definirá a empresa responsável pelas obras, que apresentam valor estimado de R$ 50.399.760. Tal montante será aplicado durante os 24 meses, seguindo cronograma definido pela Secretaria de Obras (SO) da PJF. No primeiro ano, serão aplicados R$ 21.902.061,45, necessários para finalizar a fundação, a estrutura e a cobertura do edifício. A verba vai deixar quase pronta a alvenaria, concluir um terço das instalações e iniciar os trabalhos de esquadrias e revestimentos de paredes, teto e piso.

O restante — R$ 28.497.698,55 — vai finalizar os processos iniciados e cobrir gastos com acabamentos como rodapé, soleira, peitoris, tabeiras, divisórias e bancadas, além da colocação de vidros e da aplicação das pinturas. O valor total prevê ainda desembolso com a readequação dos projetos e especificações técnicas, a readequação dos processos de construção para atendimento de orientações de sustentabilidade e a consultoria no projeto e na obra.

Estrutura mínima do hospital
  • Dois pavimentos e 90 leitos;
  • Salas de curativos e pequenas cirurgias;
  • Instalações de gases medicinais e vácuo;
  • Chamadas de enfermeiras;
  • Bloco cirúrgico composto de três salas de cirurgia geral e uma sala de parto com piso condutivo;
  • Setor de urgência equipado com ultra-som, mamografia, raio-x;
  • Laboratório de análises clínicas;
  • Ar condicionado com filtragem absoluta;
  • Lavanderias para áreas limpa e suja;
  • Cozinha industrial e refeitório;
  • Vestiários;
  • Elevador para maca e passageiros;
  • Necrotério;
  • Instalação de painéis de cabeceira contendo pontos de oxigênio, ar comprimido e vácuo – 65 unidades;
  • Central medicinal e instalações para oxigênio;
  • Central medicinal e instalações para óxido nitroso;
  • Central de vácuo medicinal;
  • Instalação de CFTV com microcâmeras;
  • Instalação de sistema de informática com cabeamento estruturado, inclusive certificação de ponto de rede.

Fonte: CPL - Edital Concorrência 004/2010

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.